Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/04/2008 - Portal Amazônia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Começam interrogatórios da Operação Hiena


MANAUS - Começaram a ser interrogadas nesta terça-feira (1º), as 27 pessoas denunciadas pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) por fraudes envolvendo órgãos públicos federais voltados à fiscalização e à execução de tributos. No primeiro dia de depoimentos, seis pessoas foram ouvidas.

Os acusados, dentre os quais figuram auditores fiscais da Superintendência da Receita Federal (SRF) e empresários, vão responder, dentre outros crimes, por corrupção ativa e passiva, advocacia administrativa tributária e lavagem de dinheiro.

De acordo com a denúncia oferecida pelo MPF/AM, a fraude consistia no favorecimento de empresas que estivessem em débito com a União. Por meio do direcionamento irregular das fiscalizações e utilizando um escritório jurídico de fachada, os acusados prestavam serviços de consultoria ilegal às empresas envolvidas no esquema, elaborando documentos que permitiam a sonegação de impostos.

- A denúncia foi oferecida com base nas provas produzidas no processo, dentre elas a interceptação de comunicação telefônica e de mensagens eletrônicas - declarou o procurador da República Thiago Simão Miller.

Histórico

As investigações que desencadearam a Operação Hiena iniciaram como desdobramento da Operação Saúva, realizada em agosto de 2006, quando o rastreamento de uma ligação telefônica entre um auditor fiscal da Receita Federal e um empresário de Manaus detectou a existência de uma quadrilha infiltrada na Receita Federal e na Fazenda Nacional.

Durante o cumprimento de um dos mandados de busca e apreensão na casa do servidor público, foi encontrado material que apontava a existência de transações fraudulentas que causaram grandes prejuízos ao erário.

O nome Hiena, dado à operação, faz alusão ao animal que come os restos mortais dos animais caçados pelo leão, símbolo da Receita Federal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 208 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal