Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/04/2008 - Agência Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Assembléia Legislativa do Rio cassa deputadas acusadas de fraudar auxílio-educação

Por: Vladimir Platonow


Rio de Janeiro - A deputada estadual Renata do Posto (PTB) foi cassada hoje (1º) pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) por quebra de decoro parlamentar.

Ela era acusada de fazer parte de um esquema que fraudava o auxílio-educação concedido a filhos de funcionários da Alerj. O julgamento acabou há pouco, com o placar de 50 votos a favor da cassação e 11 contrários. Houve seis abstenções.

O valor do auxílio-educação para cada estudante matriculado em escolas particulares é de R$ 450 por mês.

Segundo cálculos do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, o golpe causou prejuízo de R$ 3,5 milhões desde 2007.

Na tribuna, a deputada se defendeu, alegando que não tinha conhecimento de que funcionários de seu gabinete estivessem operando o esquema.

Afirmou que estava sendo vítima de perseguição política e se disse “execrada” pela imprensa nos últimos 47 dias.

Por último, ela pediu aos deputados o “benefício da dúvida”, traduzido em abstenção.Mais cedo, o plenário da Alerj já havia cassado o mandato da deputada Jane Cozzolino (PTC), pelo mesmo motivo, por 48 votos a favor e 15 contrários.

Outros três deputados vão a julgamento ainda hoje, suspeitos de envolvimento no esquema de fraude no auxílio-educação: Tucalo (PSC), João Peixoto (PSDC) e Edino Fonseca (PR) – este último passível apenas de ter o mandato suspenso por até 90 dias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal