Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

01/04/2008 - ansalatina Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Itália Proíbe celular que tira fotos em cabines eletorais


ROMA, 1 ABR (ANSA) - O ministro do Interior italiano, Giuliano Amato, anunciou hoje que será proibido entrar nas cabines de votação das eleições legislativas do país de 13 e 14 de abril portando celulares com câmeras fotográficas, como medida para evitar a compra de votos, pois as fotografias podem ser usadas para mostram em quem se votou.

"Aprovamos um decreto de lei que cobre o único vazio existente no assunto das fraudes eleitorais", pois "existe, há tempos, um delito de compra de votos através da prova de que o voto foi emitido, que é entregue fora da cabine eleitoral para que se possa receber uma compensação", explicou Amato.

A proibição dos celulares nas cabines tem em vista evitar a "troca de favores" nas próximas eleições gerais, conhecida no país como "voto de escambo", quando os eleitores fotografam a cédula eleitoral como prova para receber o suborno prometido por candidatos.

"A tecnologia atualizou as modalidades através das quais as provas de votos são apresentadas: a modalidade da qual mais suspeitamos nas últimas eleições conste em entrar na cabine com um celular dotado de máquina fotográfica", disse o ministro.

Em um artigo publicado recentemente pelo jornal romano La Repubblica, o escritor Roberto Saviano, autor do sucesso de vendas sobre a máfia italiana "Gomorra", denunciou a compra de votos por organizações mafiosas.

Segundo ele, muitos habitantes do sul da Itália vendem seu voto em troca de 50 euros ou algum favor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 271 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal