Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/06/2006 - InvestNews Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bancos devem investir R$ 20 bilhões em TI em 2006

Por: Léa De Luca


Os bancos brasileiros devem investir em 2006 cerca de R$ 20 bilhões em tecnologia. A quantia inclui R$ 5,3 bilhões gastos em infraestrutura e novas tecnologias, e R$ 14,3 bilhões em despesas com mão de obra e contratos de terceirização. A informação foi dada em São Paulo por Márcio Cypriano, presidente do Bradesco e da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), durante a abertura do XVI Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (Ciab). "Hoje, apenas 15% das transações bancárias são realizadas na boca do caixa", revela Cypriano. "Os 85% restantes são realizados por meio de terminais de auto-atendimento, internet e correspondentes bancários". Segundo o executivo, foram os pesados investimentos em tecnologia que permitiram aos bancos criar uma rede de atendimento com cerca de 124 mil pontos (inclusive correspondentes) -- uma média de 768 terminais por cada milhão de habitantes, o que coloca o sistema financeiro brasileiro em pé de igualdade com países como a França, Itália e Grã-Bretanha.
"E não estamos falando apenas de quantidade, mas também de qualidade", diz. Como exemplos de tecnologia de ponta que vem sendo adotada pelos bancos no Brasil, Cypriano cita a biometria, capaz de reconhecer características físicas ou comportamentais dos clientes, como rosto ou a palma da mão. O próprio executivo testou um desses terminais em exposição no Ciab, com scanner da palma da mão desenvolvido pela Fujitsu a pedido do Bradesco: "Agora que o produto já exsite, chegar às agências é só uma questão de tempo", disse. No momento há duas dessas máquinas em funcionamento, uma na agência matriz do banco, na Cidade de Deus, outra em Alphaville. A Itautec, empresa de tecnologia do Itaú, também apresnetou em seu stand no Ciab um terminal com reconhecimento baseado em biometria.

A principal vantagem dos terminais com tecnologia biométrica é a maior segurança, uma vez que é impossível "roubar" a palma da mão. No futuro, será possível dispensar até o uso do cartão e das senhas. Segundo Laércio Albino Cezar, diretor de TI do Bradesco, entre 8% e 10% dos gastos do banco com tecnologia vão para segurança. "O percentual é mais ou menos o mesmo para todo o sistema, diz. Renato Cuoco, principal executivo de TI do Banco Itaú, revelou que no Brasil as fraudes alcançam R$ 300 milhões por ano. "Mas nos Estados Unidos, chegam a US$ 1,8 bilhão". Reunidos em um debate sobre o futuro dos bancos em 2020, tanto Cezar quanto Manoel Gimenes Ruy, vice-presidente do Banco do Brasil (BB), Clarice Coppetti, da Caixa Econômica Federal, e Cuoco, do Itaú, afirmaram que segurança é uma questão hoje bem-equacionada nos bancos. "Mas sempre haverá um gap impossível de cobrir", admite Cezar, do Bradesco. "Vírus sempre vêm antes das vacinas".

Segundo os participantes do debate, a agência bancária do futuro não será feita apenas de tecnologia avançada. Para o Bradesco, além de não ter fios, alto grau de automação, será um ponto de negócios. "As agências vão continuar a exercer papel relevante para os bancos, até como um espaço de aculturamento de clientes em cidades do interior", diz Ruy, do BB. "Há lugares onde a maioria de população é indígena em que os funcionários das agências têm que se comunicar com os clientes com sinais", revela. Também para Clarice, da Caixa, as agências continuarão a funcionar como importante ponto de referência, mas a tendência é que apresentem nível de automação cada vez maior e prestem serviços mais diferenciados, customizados de acordo com a necessidade dos clientes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 483 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal