Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/03/2008 - Jornal Correio do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Sem formatura, estudantes entram na Justiça contra empresa


25 formandas do Curso Normal Superior (CNS) de Cantagalo foram lesadas em mais de R$ 13 mil. Elas contrataram no início de 2007 a empresa Prima Comércio de Refeições LTDA (nome fantasia Cia. do Salgado), de Guarapuava para realizar a colação de grau e o baile de formatura. O sócio proprietário, José Antônio Crissi, fez uma apresentação dos serviços que ofereceria e as convenceu a pagar R$ 550, divididos em até 11 parcelas. “Ele vinha pessoalmente todo mês receber o dinheiro”, conta Ivone Correa, tutora da turma.
O que as 25 estudantes não contavam era que 11 meses depois, há três dias da formatura, marcada para 19 de dezembro, Crissi comunicaria o cancelamento da festa. “Percebemos que ele não tinha pago alguns serviços que ele nos disse que iria terceirizar e que não tinha movimentação nenhuma para o baile, ligamos pra ele”, conta Ivone. “Foi quando ele nos mandou um fax, comunicando o cancelamento”, acrescentou. “Fui até Guarapuava falar com ele. Quando cheguei lá, tinha uma fila de credores cobrando ele”, disse.
Conforme Ivone ele remarcou a data da formatura. “Xingamos ele. Cobramos o nosso serviço e papelão que estava fazendo conosco. Ele não respondeu em nenhum momento. Dizia que eu estava certa”, contou. “Ele remarcou para 22 de janeiro. Mas também não apareceu”, comentou Regiane Maria de Castro. “Acreditamos nele. Parecia sincero e nos deu todos os documentos que precisávamos”, acrescentou a formanda. “Só depois é que descobrimos que nos deu um número de CPF que não era dele”.
Com o prejuízo contabilizado, as estudantes buscam justiça. “Já tinha alugado vestido, chamado meus parentes e marcado hora no salão de beleza”, conta Josiane dos Santos Uczak. “É difícil de acreditar. Queria pelo menos o dinheiro de volta e que ele fosse punido, porque agora sabemos que já fez isso com outras pessoas e pode voltar a fazer”, comentou.
Como o contrato ficou apenas na promessa, as estudantes tentaram amenizar a situação, pelo menos para garantir as condições de empregabilidade que dependiam da conclusão do curso. “Pagamos mais uns R$ 15 e alugamos becas e canudos para fazermos a colação, que aconteceu há alguns dias”, contou Josiane. “Não temos mais clima para festa”, disse.
Na esperança de reaver pelo menos parte do dinheiro o grupo contratou o advogado José Abrão Melhem. Uma das descobertas após o golpe foi que José Antônio Crissi já tem passagens na polícia por estelionato, falsificação de documentos e uso indevido de documentos públicos.
O contrato apresentado por Crissi tem sua esposa, Eva de Almeida Crissi como a representante legal da empresa. Os serviços acordados para a realização da colação de grau, jantar e baile foram: locação do salão, decoração, aluguel de beca e canudo, recepção, cerimonial, telão, preparação de clip para exibição no dia, filmagem, contratação de banda, seguranças, toda a estrutura do buffet, estúdio de fotos e ainda de bonificação um jantar para 15 pessoas, champanhe e de brinde uma televisão de 20 polegadas para que as formandas pudessem rifar.
O Jornal Correio tentou contato por telefone com José Antôni Crissi mas ele não atendeu as ligações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 389 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal