Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/03/2008 - Diário de Natal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF aborta tentativa de fraude eleitoral

Por: Sérgio Vilar


A Polícia Rodoviária Federal encaminhou ontem à tarde à Polícia Federal 14 suspeitos de crime eleitoral. Eles foram transportados em um veículo Topic, de Natal à Ceará-Mirim, para transferirem seus títulos eleitorais. O mandante da ação, segundo o motorista do veículo, é um vereador do município de Rio do Fogo, identificado apenas como João. Um inquérito será aberto para identificar o vereador.

Segundo a assessoria da PF – e com base nos depoimentos dos 14 eleitores ouvidos durante toda a noite de ontem –, o motorista da Topic, César Gurgel Moreira, 28, recebeu ligação do vereador João para transportar 14 eleitores reunidos em um local no bairro de Nazaré, Zona Oeste de Natal, até o Cartório de Ceará-Mirim. Na volta para Natal, por volta das 14h30, a PRF interceptou a Topic no posto do órgão, na BR 406, sob suspeita de transporte clandestino. Após interrogatório foi descoberto o crime eleitoral.

O motorista disse trabalhar com transporte de pessoas e não suspeitou da irregularidade cometida pelos eleitores. ‘‘O João me ligou, por indicação de um amigo, eu fui onde estavam as pessoas. De lá, até o cartório, como foi combinado. Só isso’’. Segundo César Gurgel, ele recebeu R$ 3 por eleitor transportado. No Cartório de Ceará-Mirim, cada um dos eleitores apresentou documento residencial de Rio do Fogo. Segundo a assessoria da PF, provavelmente os documentos foram entregues pelo vereador envolvido.

Os 14 eleitores aparentavam entre 16 e 20 anos. Após serem ouvidos, foram liberados pela PF. Segundo a assessoria, o depoimento de todos eles foram semelhantes e não apresentou suspeitas. O contato de celular efetuado pelo suposto vereador João para o motorista não pôde ser identificado porque o celular estava com registro de chamada oculto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 239 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal