Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/03/2008 - O Imparcial Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Nova delegacia combate crimes contra serviços

Por: Sheily Noleto


São Luís agora conta com um Departamento de Repressão aos Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos (DRCASP). O mais recente órgão da Policia Civil, inaugurado ontem, está instalado na antiga Delegacia de Polícia do São Francisco, e atuará na repressão e fiscalização de fraudes, abusos das empresas de serviços públicos e corrupção de funcionários de prestadores desses serviços.
Roubo de fios, furto de energia, de pulso telefônico, de sinal de TV a cabo, bem como os abusos cometidos pelas empresas prestadoras desses serviços públicos, incluindo má conduta de seus funcionários ou terceirizados estão entre as atribuições deste novo departamento. As ações são tanto na área de investigação quanto na repressão. “Todo ataque contrário ao exercício correto dos serviços públicos será investigado a partir de agora por aqui”, explica o delegado geral de Policia Civil, Jefferson Portela.
Paulo Roberto Medeiros de Carvalho, delegado titular, que assumiu o novo Departamento explicou que no estado esse tipo de furto é bastante praticado. Com base em dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), ele informou que enquanto nos estados do Sul e Sudeste do país de 100% da produção energética, 7,5% é dado como furtado ou perdido, no Maranhão, este índice sobe para 33%. “Esse tipo de crime trás perdas gigantescas para o estado e para o próprio consumidor, já que toda a perda desses produtos é repassada para o preço das tarifas”, explica.
O DRCASP está equipado com equipamentos de aferição de adulteração de equipamento de energia, para verificar no ato da denúncia se há fraude ou não. Em caso positivo, o equipamento é enviado ao Instituto de Criminalística (Icrim) para a emissão do laudo e na seqüência, o inquérito criminal será aberto. Um auditório foi montado para a realização de palestras educativas sobre os crimes contra a Administração e Serviços Públicos, além de um amplo espaço para armazenar os produtos roubados nesses locais, que aliás, já está abarrotado de fios e outros equipamentos recolhidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 324 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal