Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/03/2008 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Técnico em enfermagem preso por falsificar documentos


Uma denúncia anônima levou policias da Delegacia de Repressão ao Estelionato a prender, no início da tarde dessa terça-feira (18), um homem acusado de falsificar contracheques e fichas 19 – certificados de conclusão do 2º grau. O técnico em enfermagem Rogério Mendonça da Silva, 30 anos, foi detido quando saía do seu escritório, no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife.

De acordo com a Polícia Civil, após ser preso, ele confessou o crime e disse que vendia os documentos falsos há um ano pelo preço de R$ 50 cada. Ainda não se sabe quantos contracheques e certificados Rogério vendeu nesse período, mas o delegado Erivaldo Guerra, acredita que foram centenas.

“As pessoas que compravam eram de baixa renda, que não têm emprego fixo. Utilizavam os contracheques falsificados para conseguir financiamentos e os certificados para conseguir empregos”, explicou o delegado.

No escritório, alugado exclusivamente para a confecção dos documentos, a polícia encontrou uma máquina de escrever, três carimbos com nomes de uma escola localizada na UR-4, Ibura, e de supostos funcionários da Secretaria de Educação do Estado, contracheques falsos e cartões de crédito. Ainda foi apreendida uma lista com nomes de seis pessoas, que seriam supostos compradores.

No momento em que foi preso, Rogério estava com a cópia de uma identidade de outra pessoa. Segundo a polícia, ele pretendia comprar uma linha telefônica com o documento.

O técnico em enfermagem, no entanto, não fazia o trabalho sozinho. De acordo com a polícia, um Guarda Especial Temporário (GET) do sistema prisional pernambucano também fabricava os documentos falsos. Roberto José dos Santos, 26, não foi localizado pelos agentes da Delegacia de Repressão ao Estelionato. Os policiais conseguiram apreender a carteira de trabalho dele.

O delegado Erivaldo Guerra informou que o próximo passo é localizar os compradores dos documentos. Rogério Mendonça da Silva foi autuado em flagrante por estelionato e falsificação de documento público e depois encaminhado ao Centro de Triagem, em Abreu e Lima, no Grande Recife.

A prisão de Rogério aconteceu quatro dias depois de a Polícia Federal deter, em Mato Grosso, um estudante que vendia diplomas de faculdade pela internet. O rapaz vendeu os documentos para pessoas de 14 Estados, inclusive Pernambuco. No entanto, não há nenhuma ligação entre o estudante e o técnico em enfermagem preso nessa terça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1350 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal