Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/03/2008 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso estelionatário em Mombaça

Por: Nicolau Araújo


A Polícia apresentou na tarde de ontem, na Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), o homem que se passava por engenheiro do Sebrae-CE (Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Ceará) e há meses aplicava golpes em comerciantes e agricultores de municípios do Sertão cearense. O goiano Leandro Pinto Pedroso foi preso no último sábado, em um hotel de Mombaça, a 293 quilômetros de Fortaleza, depois que várias pessoas da região o denunciaram à Polícia. Após a apresentação, ele foi reconduzido a Mombaça, onde continuará a ser investigado. De acordo com os registros do cartório de Senador Pompeu (delegacia regional), o acusado possui mandados de prisão nos estados de Goiás e São Paulo.

"Todas as acusações são por estelionato (golpes). Depois que ele pagar o que deve no Ceará, será conduzido para os outros estados", informou o escrivão Nélson Sales, de Senador Pompeu. De acordo com o titular da DDF, delegado Andrade Júnior, o golpista conseguia convencer as vítimas a tentar um financiamento do Sebrae para ampliar os investimentos ou iniciar um negócio. "Quando a vítima demonstrava receio em não conseguir honrar os compromissos, ele (Leandro Pinto) falava que o dinheiro seria a fundo perdido", ressaltou o delegado.

Segundo ainda o titular da DDF, o golpista se oferecia para preencher a papelada e a dar entrada no pedido. "Ele assegurava para a vítima que somente queria um pequeno percentual do financiamento, mas somente depois que o dinheiro fosse liberado", comentou Andrade Júnior.

Conforme a Polícia, o golpe acontecia quando o Leandro Pinto afirmava para a vítima que a burocracia estaria atrapalhando a liberação do dinheiro. Para agilizar o processo, seria necessário que alguns funcionários do órgão fossem subornados. "Era nesse momento que o golpista conseguia tirar algum dinheiro da vítima, entre R$ 500 até R$ 3 mil", disse o delegado.

Foi o que aconteceu com um agricultor de 37 anos, que não quis ser identificado. Em contato com O POVO, por telefone, ele disse que teve que vender "algumas crias" para dar o dinheiro ao estelionatário. "Meu sonho era ampliar a minha terra, para plantio e pasto. Fiquei cego pela promessa de dinheiro fácil do homem (golpista). Agora não sei se sinto mais vergonha de ter caído no golpe ou de ter sido tentado pelo dinheiro fácil", confidenciou o agricultor.

Dicas

Desconfie quando um estranho lhe propor algum benefício em troca de nada ou quase nada. Não aceite ofertas de presente ou recompensas de pessoas que você não conhece. Noventa e nove por cento dos casos são golpes.

Quando alguém lhe oferecer alguma vantagem, principalmente se for um desconhecido, coloque dificuldade em aceitar a oferta. Diga que vai pedir conselho de seu advogado ou de um amigo policial. Se a oferta for de boa fé, o estranho não se incomodará com a sua consulta.

Avise a Polícia, quando você desconfiar de alguém que possa ser golpista.

Fonte: Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 805 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal