Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/03/2008 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ônibus deixa de validar bilhete único a partir do dia 29

Por: Mariana Zylberkan


SÃO PAULO - A partir do dia 29 deste mês não será mais possível validar o bilhete único nas catracas dos ônibus, após pagar o valor de R$ 2,30 ao cobrador. Para obter o direito de realizar quatro viagens, num período de duas horas pagando apenas uma tarifa, os usuários terão que fazer a recarga dos bilhetes únicos previamente nos postos da SPTrans, lotéricas e estações do metrô.

De acordo com o prefeito Gilberto Kassab, essa é uma das medidas que visam a acabar com as fraudes no sistema. O prefeito calcula que as fraudes sejam responsáveis por um rombo de até R$ 100 milhões mensais nos cofres públicos. Com essa verba recuperada, afirma o prefeito, é possível a concretização do projeto 'Bilhete Amigão'.

- Queremos recompensar os usuários que usam corretamente o sistema - diz Kassab.

O "Bilhete Amigão" permite que usuários do bilhete único façam até quatro viagens de ônibus.

Para facilitar as recargas prévias do bilhete único, a Prefeitura anunciou que irá dobrar o número de postos da SPTrans. Atualmente, existem dois mil pontos à disposição dos passageiros.

Uma das fraudes no sistema mais praticadas é conhecida como "janelinha-escadinha". Um usuário valida seu cartão descarregado nas catracas e o repassa a outra pessoa através da janela dos ônibus. A partir disso, três ou quatro pessoas conseguem viajar com uma única tarifa de R$ 2,30.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 228 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal