Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/03/2008 - Rondonoticias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende falso dentista em Teixeirópolis


A Polícia Civil conseguiu desmascarar o protético Jânio Rodrigues dos Santos, 42, morador da Rua Afonso Pena nº. 2366 Teixeirópolis por exercício ilegal da profissão de cirurgião-dentista, infringindo a Lei 5081/64 e, o artigo 282 do Código Penal, que prevê pena de seis meses a 2 anos de reclusão. O protético estava instalado em um consultório no centro de Teixeirópolis na Rua 25 de Agosto, naquela cidade, Rodrigues vinha atendendo a comunidade conforme ficou apurado junto as testemunhas, sem ser habilitado ou qualificado e nem possuir registro nos Conselhos Regionais e Federal de Odontologia como prevê a Lei.

O falso dentista foi descoberto quando os policiais civis Willian e Renato lotados na DP de Ouro Preto do Oeste estavam fazendo uma investigação sobre um outro caso e resolveram averiguar um consultório odontológico instalado no centro de Teixeirópolis. Os policiais solicitaram de Jânio Rodrigues a sua carteira de odontologo expedida pelo CRO/RO, (Conselho Regional de Odontologia de Rondônia) que sem ter outra saída resolveu abrir o jogo e afirmou não possuir habilitação da exercer a profissão. Foram apreendidos documentos e vários objetos como: geladeira, uma cadeira de dentista, estufa de esterilização, ampolas de anestésico e agulhas além de documentos que comprovam que o infrator estava exercendo a profissão de dentista.

O delegado Cristiano Lopes Ferreira, disse que para não ser enganado por um falso dentista, o paciente deve estar atento a uma série de condições, segundo o presidente. A higiene do consultório e o preço de um determinado tratamento podem ser fatores para desmascarar um clandestino geralmente os irregulares buscam dinheiro fácil, por isso cobram barato pelo atendimento para poder conquistar uma clientela. 10% do valor normal chega a ser o preço de um tratamento. “O paciente que entra em um consultório clandestino com um problema reversível, como a cárie, por exemplo, pode sair de lá com um problema irreversível, como a Aids ou o câncer de boca. Essa é a realidade de quem não trabalha com técnicas específicas e com equipamentos irregulares, sem higiene alguma”, destacou o delegado que solicita da população que denuncie os falsos dentistas que atuam principalmente nos municípios pequenos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 253 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal