Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/03/2008 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Professores são vítimas de golpes com cheques

Por: Emanuela França


Por telefone, o vendedor insistiu e a professora Francisca Valnez Carolino autorizou a visita à Escola O Pequeno Consultor. Ele se identificou como funcionário de uma conhecida editora e ofereceu a assinatura de uma revista sobre Educação. Valnez aceitou a proposta e pagou com cheque o valor da assinatura, uma parcela de R$ 55,00. Dez dias depois, o cheque foi compensado, mas com um oito a mais, R$ 855,00. Foi quando ela percebeu: “Fui vítima de um golpe!”.

Valnez registrou Boletim de Ocorrência (B.O.); procurou a editora, que até agora não encontrou nenhuma assinatura de revista em seu nome; e também pediu explicações ao banco, já que ela assegura não ter deixado brechas para uma adulteração no valor do cheque. O banco está investigando o caso, mas, enquanto isso, a professora decidiu procurar o Diário do Nordeste na tentativa de alertar as pessoas e evitar novas vítimas. “Ele deve estar em outra escola, adulterando mais cheques”, teme.

A própria Valnez já teve conhecimento de outros casos. Em visita à escola Pequeno Príncipe, conta, o mesmo vendedor cobrou duas parcelas de R$ 29,00 pela assinatura de uma revista. O prejuízo da outra professora acabou sendo maior, o valor do primeiro cheque subiu para R$ 1.029,00. “No meu caso, pedi ao banco para ver o cheque, eles me mostraram uma cópia. Com exceção da assinatura, todos os campos estavam preenchidos com uma letra diferente”, diz.

O método aplicado pelo vendedor que fraudou o cheque dado pela professora pode ter sido o da “lavagem” dos valores, com produtos químicos; ou uma montagem, cortando o campo do valor por extenso e aproveitando o da assinatura; ou ainda o uso de uma caneta cuja tinta pode ser facilmente apagada. É do conhecimento da própria Polícia uma série de técnicas. Algumas em desuso, outras mais recentes.

“Em relação a fraudes com cheques, têm das mais diversas modalidades”, alerta Evandro Reis, escrivão da Delegacia de Defraudações e Falsificações, da Polícia Civil do Ceará. Por isso, recomenda: “Quando for preencher a folha de cheque, marque o papel, coloque força ao escrever. Porque a tinta pode ser apagada. Mas a marca da escrita fica no papel”.

O delegado Nestor Moreira recomenda, ainda, atenção redobrada ao entrar em um banco. Isso porque, conforme contam os escrivães, é muito comum, em abordagens nas filas de pagamento ou caixas eletrônicas, o golpista aproveitar a desatenção das pessoas para roubar folhas de cheque.

“Principalmente se os cheques forem de empresas”, reforça ao delegado.

Outro prática comum é a confecção de folhas de cheque falsificadas. “Eles pegam uma numeração de cheque ainda não utilizada pelo cliente, nem sequer disponibilizada pelo banco”, acrescenta o escrivão. Mas, apesar desses exemplos, a Delegacia de Defraudações e Falsificações não possui um número significativo de ocorrências desse tipo, segundo o delegado Nestor Moreira.

CUIDADOS

1 - Emita somente cheques nominais e cruzados
2 - Preencha o cheque sem espaços vazios e rasuras
3 - Não utilize caneta hidrográfica ou com tinta que possa ser apagada fácil
4 - Evite canetas oferecidas por estranhos
5 - Em caso de roubo ou extravio, comunique a sua agência bancária e faça um Boletim de Ocorrência (B. O.)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 366 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal