Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/02/2008 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil prende integrantes de quadrilha de estelionatários


Uma cama beliche, dois colchões e um conjunto de sofá de dois e três lugares. Esses foram os objetos que seriam comprados por Maria da Conceição Correia Carvalho, moradora da Rua Fulgêncio Pinto, 170, João Paulo, usando o nome da aposentada Osanir Barbosa Castro, natural de Viana.

Maria da Conceição tentou dar o golpe na loja Saraiva Eletromóveis, no João Paulo e foi denunciada à Delegacia de Defraudações. Em sua companhia estava o líder da quadrilha, José Ribamar Mendes da Silva Júnior, o “Júnior Cabeça”, residente a Rua José Mariano, Q 64, 15, Sol e Mar.

Conforme informações de agentes civis, esta quadrilha vem sendo investigada há dois meses e possui mais de 30 integrantes que agem por todo o estado falsificando documentos, fazendo empréstimos e compras com o nome de pessoas que recebem benefícios da Previdência Social há pelo menos cinco anos.

Maria da Conceição é carioca e está em São Luís há oito anos, morando com o pai. “Nós já tínhamos a fisionomia deles dois só não sabíamos onde encontrá-los. Mas graças à denúncia pudemos realizar a prisão” explicou o delegado Naason Salmon Souza, titular da Delegacia de Defraudações.

O delegado afirmou que pelo menos os nomes de seis mulheres foram usados por Maria da Conceição para efetuar compras a prazo, e, terminavam parar nos serviços de proteção ao crédito já que o pagamento do que foi comprado não era realizado. “Pelo menos dez lojas foram vítimas do ‘golpe de compras’ na cidade, lojas como C&A e Gabryella. Só na Gabryella Maria da Conceição teria usado três nomes diferentes de pessoas que realmente existem”, afirmou o delegado.

O outro preso, segundo os agentes civis, é homicida. Júnior Cabeça, estaria envolvido em uma briga de trânsito que terminou em morte ano passado no bairro São Cristóvão.

Júnior Cabeça foi conduzido ao 4°DP (Vinhais) e Maria da Conceição foi encaminhada à Delegacia de Paço do Lumiar. Os dois irão responder por tentativa de estelionato, (artigo 14 combinado com artigo 171) e vão permanecer presos até novas determinações da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 264 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal