Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/02/2008 - Extra Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Médico e autônomo são detidos por venda de falsos atestados


SÃO PAULO - Um médico de 68 anos e um autônomo de 49 foram detidos nesta terça-feira pelo Setor de Investigações Gerais da 3ª Delegacia Seccional (Oeste) da capital, acusados de vender falsos atestados médicos. Segundo a polícia, os suspeitos cobravam R$ 60 por dia de dispensa médica. Disfarçado, um investigador foi ao consultório de Ioshiyo Iizuka, em Pinheiros. Sem dizer se estava doente, pediu um atestado. O médico teria recomendado um atestado de pressão alta para a dispensa e dito que, por mais dias, o valor seria maior. Ele acabou liberado e negou o crime à polícia.

Já Luiz Carlos Mastrueni levava uma placa anunciando atestados quando foi abordado na esquina das ruas Afonso Sardinha e 12 de Outubro, na Lapa. O policial também pediu um atestado que teria sido preenchido no meio da rua. Vários documentos em nomes de outras pessoas foram encontrados com ele.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1226 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Equipe MdF - 30/03/2012 18:41

Prezado Ioshiyo Iizuka, caso suas alegações sejam verídicas, sugerimos que solicite ao jornal Extra (autor da matéria e responsável por ela) que, em força de seu direito de resposta, seja publicada uma nova matéria reportando o desfecho da questão. Assim que tal matéria for publicada, e nos informados, providenciaremos a imediata reprodução da mesma e atualização de todas as demais informações relacionadas. Atenciosamente.


Autor e data do comentário: Ioshiyo Iizuka - 29/03/2012 20:22

Esta notícia é falsa a meu respeito, e indignado, solicito a remoçaõ imediata do seu conteúdo, caso contrário o site será processado por danos morais a minha imagem.
Abri um processo no conselho regional de medicina que foi julgado e após apuração dos fatos, fui completamente inocentado por unanimidade dos conselheiros médicos do CREMESP.
Cabe aqui um esclarecimento, que a alegada venda de falsos atestados nunca existiu e foi armada por investigador que disfarçado de eletricista da Telefonica passou por consulta que de fato ocorreu e que apresentou no exame físico pressão arterial de 160 por 100 mmHg que justificava a dispensa do trabalho, por estar de acordo com queixa de mal estar com tontura, e cefaléia. Assim, conforme documentado em fichas médicas do atendimento, o atestado foi justificado e coerente com um atendimento médico de boa qualidade e elevado grau de competência, dentro dos preceitos éticos médicos, conforme parecer do CREMESP. Dr Ioshiyo Iizuka



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal