Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/02/2008 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Palestra em Cuiabá orientar população sobre atuação de golpistas


A Polícia Militar de Mato Grosso promove nesta quinta-feira, a palestra “Como evitar golpes com cartões de crédito, notas falsas e cheques adulterados”. O evento será realizado no auditório do Quartel do Comando Geral da PM, situado na avenida Historiador Rubens de Mendonça (Av. CPA), a partir das 19h. O major Alexandre Mendes, perito criminal, irá ministrar a palestra que já foi realizada também nas cidades de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Tapurah, Sorriso, Sinop, Juara e Alta Floresta. O coronel Raimundo Francisco de Souza, corregedor da Instituição, é outro oficial que também é perito criminal.

O público estimado para esse primeiro evento é de 300 pessoas, dentre elas estudantes do Colégio Tiradentes e comerciantes do shopping popular, instalado no Porto, em Cuiabá. Não haverá nenhum custo para os participantes. O major Mendes explica que a idéia é realizar outros eventos iguais a este voltados a segmentos específicos da sociedade, como taxistas e feirantes. Essas categorias costumam ser as mais prejudicadas pela ação de estelionatários.

No último final de semana, policiais do 3º Batalhão, apreenderam sete notas falsificadas de R$ 50 e duas pessoas foram presas pela distribuição do dinheiro falso. Major Mendes explica que até mesmo as canetas utilizadas para verificação das cédulas podem ser “enganadas”. “Utiliza-se tinta no processo de falsificação que irá reagir positivamente aos testes”.

Ele aconselha ainda a conferência das quatro marcas d’águas. O processo é simples: basta que você segure a cédula suspeita contra a luz, olhando para o lado que contém a numeração da nota. Verifique na área clara à esquerda, as figuras que representam a República ou a Bandeira Nacional para notas de R$1, R$ 5, R$ 10 R$ 50 e R$ 100, figura da tartaruga marinha com o número 2 no caso de cédulas de R$ 2,00 ou ainda a figura do mico-leão-dourado com o número 20 se tratado de cédula de R$ 20 sendo quem todas as marcas é possível notar tons que variam do claro ao escuro.

Ele explica também que existem dois tipos de clonagem: manual e mecânica. Na manual, os fraudadores utilizam uma folha de cheque verdadeira e simplesmente apagam o nome e números do RG e CPF originais e trocam por outras informações. A outra forma de clonagem é a impressão a laser de folhas de cheque em nome de usuários verdadeiros ou não. Nesse tipo de fraude, o consumidor pode ter passado um cheque que foi repassado para uma equipe de fraudadores. Utilizando as informações verdadeiras do cheque do cliente, os fraudadores podem vir a emitir outras folhas falsas.

Já com os cartões de crédito as ressalvas devem ser redobradas. A facilidade das compras efetuadas via on line servem a muitos criminosos. Nas agências bancárias, ele relembra que todo cuidado nunca são demais. Se estiver digitando a senha e alguém se aproximar, o melhor é se afastar e denunciar a situação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 239 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal