Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/02/2008 - Informe Sergipe Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Iran pede ao MEC que investigue supostas fraudes nas matrículas


O deputado federal Iran Barbosa (PT-SE) recomendou ao Ministério da Educação que investigue a possibilidade de supostas fraudes no registro das matrículas da educação básica (ensinos fundamental e médio) nos anos que antecederam a implantação do Educenso (Censo Escolar), em 2007.

Levantamento do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial de Ensino de Sergipe (Sintese) mostra que a maioria das unidades escolares registrou queda de matrículas. De 2006 para 2007, foram menos 27 mil matrículas na rede estadual de ensino e nas municipais.

"Esta redução de matrículas parece ser explicada menos por eventuais dificuldades de atendimento aos educandos e mais por práticas fraudulentas não detectadas antes da implantação do Educacenso", observou o deputado na indicação encaminhada ao ministro da Educação, Fernando Haddad.

Iran sugeriu ao ministro que promova uma rigorosa apuração acerca das disparidades estatísticas reveladas e, uma vez comprovada a prática de fraude, que o MEC atue no sentido de punir os responsáveis. A indicação foi protocolada na Câmara dos Deputados na última segunda-feira (25/2).

Segundo Iran, os dados levantados pelo Sintese mostram que, em 2006, foram feitas 576.470 matrículas e no ano passado 549.212, isso nas redes estadual e municipal de Sergipe. A segunda rede é a que detém o maior número de estudantes na educação básica.

A rede estadual e a municipal de Aracaju foram as que registraram a maior queda no número de matrículas. Na estadual, de 2006 para 2007 a diferença ficou em menos 2.832 matrículas, e na municipal, de menos 1.616.

Pelo levantamento do Sintese, o município de Nossa Senhora do Socorro também integra a lista dos que mais registraram queda de matrículas. No período estudado pela entidade sindical a diferença ficou em menos 2.480 matrículas na rede estadual. Já a rede municipal de ensino apresentou crescimento positivo de 225 matrículas.

"É um estudo detalhado e os dados preocupam. É preciso apurar para evitar problemas futuros e verificar o que ocorreu. Não estamos afirmando que existem fraudes, mas suspeitas, e é nossa obrigação verificar o que ocorreu", justificou Iran.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 278 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal