Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/02/2008 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Saiba como evitar golpes com ações e fundos de investimento


Promessas de lucros rápidos e pedidos de depósitos antecipados são duas das características mais comuns nos golpes aplicados envolvendo investimentos no mercado financeiro.

Entre as fraudes mais conhecidas e registradas para Comissão de Valores Mobiliários (CVM, responsável pela regulação do mercado de capitais) estão promessas envolvendo ações da Petrobras, da Telebrás e o chamado Fundo 157, que permitia que o investidor usasse parte do Imposto de Renda em aplicações financeiras.

Ligação

Em geral, as pessoas recebem ligações em que são informadas que são donas de ações dessas empresas ou de participação nos fundos. Em seguida, é solicitado um depósito prévio em uma instituição bancária para atualização do investimento ou venda dos papéis. Depois de fazerem o depósito, nunca mais encontram o fraudador.

Na maioria desses casos, o investidor que realmente tem dinheiro a receber pode resolver o problema indo a um banco ou verificando a idoneidade, segundo mostra uma que a CVM elaborou para evitar este tipo de problema.

Quem procurar

Outro problema comum são as ofertas de corretores e empresas que não estão autorizadas a operar no mercado financeiro. Geralmente, são “pessoas indicadas por um amigo”, e que conhecem “um jeito fácil de ganhar dinheiro”. Nesses casos, é importante verificar junto à CVM (0800-241616 ou www.cvm.gov.br) se a situação deles está regularizada.

“Desconfie sempre de promessas de lucros rápidos, de propostas para compartilhar ‘informações privilegiadas’ ou dicas e de pressões para investir antes de você ter oportunidade de investigar. Todos esses são alertas de fraude”, diz a CVM em sua cartilha ao investidor.

Instituições habilitadas

Em relação à compra e venda de ações, a CVM diz que o investidor deve sempre procurar instituições habilitadas para a prestação desses serviços, autorizada pelo Banco Central e registrada na CVM.

“Inúmeras vezes podemos observar algumas práticas inadequadas de negociação, tais como os anúncios em jornais com ofertas de compra ou mesmo a atuação de pessoas tentando comprar ações nas portas de bancos, ou mesmo por telefone”, diz a CVM.

Moedas e futebol

Um tipo de golpe mais sofisticado é a oferta de investimentos em moedas no exterior. Em geral, são pessoas não autorizadas a operar no mercado financeiro que indicam clientes brasileiros para instituições estrangeiras. Neste caso, o investimento realmente existe, mas o investidor é informado apenas sobre os lucros espetaculares e não sobre os riscos.

Segundo a CVM, o investidor também deve ter atenção com ofertas de investimento em atletas de clubes esportivos. Há regras para captação de dinheiro no mercado, especialmente para instituições não autorizadas a fazer este tipo de oferta (como são os bancos comerciais e as corretoras).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal