Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/02/2008 - Jornal O Progresso Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsos detetives tiram R$ 7 mil de vítima de assalto


DOURADOS – Na madrugada de 7 de fevereiro, o casal Antônio Marques da Silva e a esposa Vanessa Marilda Yamada Quequeto, foram vítimas de assalto e tiveram dois carros roubados, entre eles uma Blazer. Edson Amancio Moreira, 42 e Enoc Tenório da Silva Andrade, 34, moradores em Naviraí, caçadores de recompensa, que para ganhar dinheiro fácil usavam a Internet, para aplicar golpes contra vítimas de assaltos, se aproveitaram da situação do casal e entraram em contato com Antônio se passando por detetives dizendo que sabiam onde estaria a blazer no Paraguay. Para pegar o carro de volta, eles pediram R$ 7 mil que foi entregue facilmente a dupla.
Com o dinheiro em mãos, eles, inclusive Antônio, foram até o Paraguay tentar reaver o veículo, o que na realidade não existia. No entanto, em um trabalho de investigação, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), abordou o ônibus que fazia a linha Ponta Porã/Campo Grande. Em vistoria aos passageiros, os PRF’s chegaram a Edson Amâncio.
Em revistas, os policiais rodoviários federais encontraram no bolso dele R$ 4,040.00 que foi apreendido e até o documento da blazer. Questionado a origem do dinheiro, ele não soube informar. Porém, ele acabou confessando aos PRF’s que teria sido contratado por um ‘amigo’ para comprar o carro. O proprietário do automóvel, enquanto Edson foi ao Paraguay, aguardava o retorno do caçador de recompensa numa lanchonete em Ponta Porã, acreditando que teria o veículo recuperado.
Em contato com ele, os PRF’s avisaram que ele havia caído em novo golpe e que o acusado estaria detido na base da PRF no Capeí.
Ainda na vistoria pessoal a Edson, os policiais encontraram um papel que tinha a placa do veículo blazer. Encaminhado a 1ª Delegacia de Polícia Civil foi autuado em flagrante acusado de estelionato pela delegada Andréia Alves Pereira.
Os investigadores do SIG da 1ª DP, começaram a investigar o caso. Edson acabou confessando aos investigadores o nome do ‘amigo’: Enoc Tenório da Silva Andrade. Às 13h45, os agentes foram até a casa onde o suspeito estaria, no Jardim Água Boa e encontraram o outro acusado. Com ele, os investigadores apreenderam R$ 3 mil reais. Ele foi detido e encaminhado a delegacia onde foi ouvido pela delegada Andréia Alves e autuado em flagrante.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 363 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal