Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/02/2008 - Corumbá Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cerco contra consumo fraudulento de energia está cada vez mais apertado

Por: Henrique Xavier


Uma grande contribuição para combater esse crime, que hoje provoca ao sistema nacional de energia elétrica um prejuízo de mais de R$ 5 bilhões por ano, vem do próprio cliente. Conscientes da responsabilidade de cidadania eles denunciam cada vez mais as localidades que tem medidores adulterados e falsos técnicos que induzem as pessoas a essa prática.

Nesta semana, uma das denúncias foi feita por um veículo de comunicação da capital, que chegou a filmar a oferta desse tipo de crime por parte de dois eletricistas funcionários de uma empresa prestadora de serviço da Enersul. E agora terá, por força de contrato com a concessionária, a obrigatoriedade de apurar o caso internamente, assumindo a responsabilidade, além de adotar as devidas providências, junto à Delegacia de Defraudações, onde já foi registrado boletim de ocorrência.

Só no ano passado a Enersul recebeu 13.500 denúncias de clientes que vieram através de telefone, ouvidoria e Internet. “O sigilo, de quem denuncia, em todos os casos é garantido”, confirma o gerente de medição Jair Molina.

Apesar das denúncias serem um meio eficaz de identificar fraudes a Enersul tem metas de combate a esse crime. Nos últimos doze meses a gerência de medição realizou inspeções em 220 mil unidades consumidoras.

Isto comprova que o trabalho de investigação passou por mais 30% dos imóveis abastecidos pela Enersul. Onde há irregularidade o cliente é notificado no ato da inspeção, podendo especialmente em casos de reincidência, da lugar a abertura de inquérito policial para apuração do delito.

O furto de energia caracteriza ilícito civil cuja conseqüência é a obrigação de ressarcimento, e além do mais, é crime previsto no Código Penal sujeito à reclusão.

Para Jair Molina, a Enersul tem sido cada vez mais eficiente em detectar as fraudes. “Temos uma série de ferramentas que nos ajudam, seja realizando análises via computador ou com equipamentos de campo mais modernos”, avalia.

Em todo o ano passado, a Enersul identificou mais de 30 mil casos de fraude em sua área de concessão, muitos deles como resultado das denúncias recebidas.

O furto de energia é um delito contra a sociedade, prejudicial para os consumidores, que acabam por suportar os prejuízos, sendo dever de todos contribuir para seu combate e erradicação, a exemplo do que foi feito pelo veículo de comunicação acima referido e de muitas outras pessoas que, conscientes de seus deveres de cidadania, denunciaram irregularidades.

Sobre a Energias do Brasil – A Energias do Brasil é holding que consolida ativos de energia elétrica nas áreas de geração (Energest, Enerpeixe e EDP Lajeado), comercialização (Enertrade) e distribuição (Bandeirante, Escelsa e Enersul). É controlada pela Energias de Portugal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 353 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal