Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/02/2008 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Investigadores do Cisc-Norte prende jovem especialista em clonagem de cheques

Por: José Ribamar Trindade


Policiais do Departamento de Investigações Criminais do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc-Norte), no bairro Planalto, prenderam Flávio Lucas Di Pietro Maidana, de 22 anos. Ele é acusado de ser especialista em clonagem de cheques com asssinaturas perfeitas, mas falsas, um esquema que ainda estava começando, mas que já havia feito algumas vítimas.

Na casa de Flávio, na rua 44 da Morada da Serra (CPA-4), a polícia apreendeu quase 50 folhas de cheques de três bancos diferentes, dois computadores completos e um programa de computação trazido de Curitaba, no Paraná.

Entre as folhas de cheques do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal (CEF) e do Banco Sudameris, segundo o investigador Manoel Baiano, chefe de operações do Cisc-Norte, algumas folhas estavam em branco - ainda a maioria -, outras estavam preenchidas, mas ainda sem assinatura, e outras preenchidas e já assinadas.

O GOLPE

Segundo o delegado Marcos Alvares, coordenador geral do Cisc-Norte, o golpe começa com a compra de uma conta paga com um cheque pre-datado por qualquer cliente em uma loja, um posto de combustível, em farmácias ou até mesmo em supermercados.

Um dia após a compra, apareceu uma pessoa alegando que o dono da conta havia se enganado e mandado pagar o cheque pre-datado, geralmente de pequeno valor. Com o para o comerciante o dinheiro é melhor e mais seguro que o cheque, nem perguntava nada. Recebia o dinheiro e devolvia o cheque.

De posse de um programa de computação específico, Flávio, segundo a polícia, retirava os dados do cheque, escaneava em um um papel com 100% de pureza, inclusive com os logo-tipos dos bancos e recolocava os dados da pessoa novamente, já com o cheque em branco. Os valores eram alterados e colocada uma assinatura falsa, mas perfeita no novo cheque.

Nas investigações, no entanto, a polícia chegou a Flávio Lucas e ele foi preso e autuado em flagrante em crimes de estelionato e falsificação de documento particular. “Era um golpe perfeito, que os bancos pagavam porque as assinaturas eram perfeitas e o trabalho de lavagem dos cheques, agora com a ajuda de um programa de computador também”, comentou o delegado Marco Alvares.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 543 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal