Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/02/2008 - Gazeta de Piracicaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpes de R$ 28 mil

Por: Ana Cristina Andrade


Quatro pessoas de Piracicaba foram vítimas de golpe de estelionato em menos de 15 dias em várias cidades e até mesmo em outro Estado. Os prejuízos, em todos os casos registrados na quinta-feira (14) no plantão policial, passam dos R$ 28 mil. Uma das vítimas teve sua conta movimentada em São Luiz do Maranhão. Dele, a suposta quadrilha fez transferências da conta-poupança para a conta-corrente e saques.

Na conta de uma aposentada de 82 anos foram realizados diversos lançamentos, 10 créditos de transferência no valor de R$ 7.305, 15 débitos e saques de R$ 8.490, tudo de um banco da área central de Piracicaba. Em nome de um advogado de 70 anos fizeram empréstimo de R$ 2.300, transferência de R$ 1.830, débitos e saques de R$ 4.720 e débito de R$ 100 para recarga de celular.

Um outro morador de Piracicaba teve sua conta movimentada em várias agências bancárias de Campinas. Aproveitaram o saldo dele para pagar títulos nos valores de R$ 516,60, R$ 730,49, uma conta da Vivo de R$ 337,77, entre outros. Até o momento nenhum suspeito foi detido. As vítimas autorizaram os bancos a fornecer dados de suas contas para a polícia para ajudar nas investigações. A suspeita é de que os marginais tenham clonado os cartões dos clientes.

Caça-níqueis

O delegado João Batista Vieira de Camargo, titular do 7º Distrito Policial, apreendeu cinco máquinas caça-níqueis na tarde de quinta-feira (14) no parque Jupiá. Três unidades estavam em um bar logo no início do bairro - duas delas embutidas na parede - e duas em outro estabelecimento.

Camargo diz que vai aguardar laudo da perícia para instaurar inquérito. Os donos dos bares podem responder por contrabando e descaminho e, se condenados, pegar de dois a seis anos de reclusão. A Polícia Civil tem intensificado o combate às caça-níqueis. Só no 7º DP foram instaurados mais de 20 inquéritos desde o segundo semestre do ano passado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 352 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal