Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/02/2008 - Corrêa Neto Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Setap inicia cadastramento da meia-passagem e alerta sobre falsos estudantes


Iniciou nesta segunda-feira, 11, o cadastramento e recadastramento dos estudantes que tem direito ao benefício da meia-passagem. O prazo encerra em 19 de abril, mas quem tiver o cartão de bilhetagem eletrônica e não fizer a renovação até 31 de março terá o benefício bloqueado.

Para facilitar o acesso dos estudantes e evitar filas, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo (Setap) fechou parceria com a União dos Estudantes Secundaristas do Amapá (Uecsa). No prédio do Setap vai ocorrer apenas o cadastramento dos estudantes que estão solicitando pela primeira vez o benefício.

Já o recadastramento ficará a cargo da Uecsa que se propôs a disponibilizar seis postos: sede da entidade (centro de Macapá), Escola Rivanda de Nazaré e Terminal Rodoviário (Zona Norte), Unifap e Cepa (Zona Sul), além de um posto itinerante que percorrerá a Universidade Estadual do Amapá e faculdades particulares. Para se cadastrar ao benefício da meia-passagem, o estudante pagará R$ 12, enquanto o recadastramento custa R$ 6.

Campanha

Atualmente 31% dos passageiros que circulam em Macapá são formados por estudantes. O número corresponde a 10% da população da capital e chega a 38.609. "Macapá tem uma população estimada em 380 mil habitantes, onde mais de 38 mil se dizem estudantes. Em Campinas, uma cidade com mais de 1 milhão e 200 habitantes, esse número é de 46 mil", declara o assessor de imprensa do Setap. Renivaldo Costa, sobre a possibilidade de muitos receberem irregularmente o benefício, por meio de declarações escolares falsas.

Para combater essa prática, o Setap vai lançar na próxima semana em parceria com inúmeras entidades, a campanha publicitária "Carteira de estudante para estudante" para combater a utilização do transporte coletivo por falsos estudantes.

Com anúncios em rádio e televisão, busdoors, cartazes (no interior dos ônibus e nas escolas da rede municipal e estadual de ensino), outdoors, bottons, adesivos e panfletos (distribuídos em toda a rede de ensino, postos de cadastramento e shoppings da cidade), a campanha informa que o falso estudante é prejudicial a todos os usuários do transporte que acabam pagando por quem não tem direito à meia passagem. A campanha vai até o final do ano.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 305 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal