Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/02/2008 - Under Linux / InfoGuerra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Banco HSBC aumenta segurança contra golpes online


O banco HSBC está lançando um discador para acesso gratuito à Internet. Mais do que apenas uma promoção do departamento de marketing do banco, a iniciativa visa aumentar a segurança do cliente em suas transações online.

Um dos tipos de golpes que podem atingir usuários de Internet Banking é o chamado seqüestro ou envenenamento de DNS (DNS Hijacking, DNS Poisoning, ou ainda DNS Spoofing). O ataque é dirigido ao servidor de nomes (DNS) do provedor de acesso ao qual o cliente está conectado. Este servidor possui a tarefa especial de transformar a requisição de um endereço compreensível para o ser humano (por exemplo, www.hsbc.com.br) em um endereço numérico (IP) que possa ser interpretado pelas máquinas que compõem uma rede.

Se o software instalado no servidor DNS para fazer esta transformação estiver com brechas de segurança, ele pode ser remotamente instruído por um cracker para desviar uma solicitação legítima de página para um endereço IP forjado. Num caso assim, se o cliente digitasse em seu navegador o endereço www.hsbc.com.br, por exemplo, em vez de ser levado para o site do banco, poderia ser direcionado a uma página clonada. Este tipo de golpe foi largamente utilizado contra instituições bancárias nacionais pela quadrilha de Guilherme Amorim Alves, primeira pessoa condenada no Brasil, no final de 2003, por crimes financeiros cometidos através da Internet.

“Percebemos que por mais que investíssemos em nossos sistemas com o que há de mais moderno na tecnologia de proteção à informação eletrônica e orientássemos nossos clientes a cuidar das suas máquinas, ainda havia um risco associado a possíveis falhas no provedor de acesso, por isso decidimos lançar o Discador do HSBC”, explica Rucelmar Reis, gerente de Internet Banking da instituição. Segundo ele, o contrato com o provedor que fornece a conexão prevê que as máquinas acessadas pelos clientes estejam devidamente atualizadas e monitoradas para evitar ataques do tipo seqüestro de DNS.

O HSBC garante que está atento às fraudes que vêm ocorrendo pela Internet no mercado bancário e tem agido de forma pró-ativa para minimizar seu impacto. O banco criou uma área em seu site dedicada exclusivamente a fornecer informações aos clientes, com artigos semanais de especialistas sobre como se proteger deste tipo de ameaça. Também fechou parceria com um fornecedor de software para proteção das máquinas dos clientes, com antivírus, firewall e programas para controle de conteúdo, oferecidos com descontos especiais para clientes do HSBC.

Além disso, o banco estará lançando em breve outras medidas de segurança, como a autenticação por meio de tokens com senhas dinâmicas no acesso e confirmação de transações do Connect Bank (Internet Banking para Pessoas Jurídicas). “Nossa preocupação com a segurança na Internet vai além do investimento feito em nossos servidores, pois temos consciência de que se não ajudarmos o cliente a ter informações e mecanismos de como se proteger não conseguiremos alcançar nosso objetivo de tornar seguros todos os elos da informação eletrônica”, afirma Rucelmar.

O discador do HSBC oferece acesso em várias cidades das regiões Sul, Centro-Oeste e Norte, e agora também em São Paulo. Em breve terá cobertura nacional. O banco estima que 70% de seus clientes que acessam a Internet o fazem por meio de conexão discada. O discador do HSBC pode ser usado por qualquer internauta, seja cliente ou não do banco, e pode ser baixado gratuitamente aqui.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 354 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal