Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/02/2008 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia apreende notas no Carnaval


Os golpistas aproveitaram o Carnaval para derramar notas falsas de R$ 50 na Grande Cuiabá. Entre sábado e domingo, a Polícia Militar apreendeu nove notas e deteve quatro pessoas. No bairro Planalto, quatro rapazes foram detidos com cinco notas. Eles são acusados de ter feito várias compras de lanche e pago com outras notas falsas.

No Carnaval do Porto, uma garota do Planalto gastou R$ 15 numa barraca de cachorro-quente e pagou com uma nota falsa. O comerciante desconfiou e acionou a PM. A garota disse não saber que se tratava uma cédula irregular. No Vinde e Vede, quatro rapazes foram comprar lanches com duas cédulas de R$ 50 falsas. Em Várzea Grande, um frentista de um posto de combustível pegou uma nota falsa. Ele a entregou para PMs e teve que arcar com o prejuízo.

Segundo o delegado plantonista Fábio João da Silva, o crime de falsificação de moeda prevê pena de três a 12 anos de prisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 274 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal