Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/05/2006 - Jornal da Manha Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

GOLPE FRUSTRADO - Estelionatário tenta golpe em financeira


A Polícia Militar de Marília prendeu um estelionatário em flagrante no início da tarde de ontem. O empresário do ramo de bijuterias, morador de Piraju, tentava aplicar o golpe em uma financeira da cidade quando foi descoberto pela polícia. O crime foi cometido inicialmente naquela cidade e o golpista veio até Marília para retirar R$ 5 mil na sede regional da empresa.
O empresário do ramo de bijuterias Lauro Busto Barroso, de 46 anos, foi preso no momento em que o pedido de financiamento de R$ 5 mil feito por ele acabava de ser aprovado pelos funcionários da Cifra Financeira, situada na rua Campos Sales, por volta do meio-dia de ontem.
Barroso tinha feito a solicitação do empréstimo em Piraju e veio para Marília, onde entregou documentos e 18 cheques no valor de R$ 608,00 cada, em nome de Marcos Allan Marra, para um funcionário da Cifra. Ele receberia os R$ 5 mil em dinheiro no mesmo instante.
De acordo com funcionários da financeira, todas as consultas possíveis não apontavam nenhum tipo de infração e o golpista só foi descoberto após a chegada da polícia, que identificou o R.G. falsificado, através das características da foto e da impressão digital.

Descoberta do crime

Conforme as informações dos policiais que prenderam Barroso, ele foi descoberto por um policial civil da cidade de Piraju. “O investigador viu o golpista dentro da filial da financeira naquele município durante o dia de ontem (anteontem) e sabia que já havia um boletim de ocorrência de averiguação de estelionato contra ele”, disse um dos policiais militares.
O investigador tentou abordar o estelionatário, que já tinha vindo para Marília receber o dinheiro. O policial civil acionou a PM de Marília, que conseguiu prende-lo no momento em que recebi o montante em dinheiro.
Segundo os PMs, Barroso fingiu não entender o que acontecia em um primeiro instante, mas, logo em seguida, confessou ter usado o nome falso para aplicar o golpe na financeira. Barroso, que não tinha passagens pela polícia, foi preso em flagrante e encaminhado para a cadeia pública de Pompéia ainda na tarde de ontem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1095 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal