Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

25/01/2008 - Gazeta de Limeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

3.º DP localiza falso pastor que surrupiou dois veículos

Por: Assis Cavalcante


Policiais civis do 3º DP (Boa Vista) conseguiram localizar em Ipatinga/MG um falso pastor evangélico que em novembro do ano passado, havia se apossado de dois veículos de morador de Limeira em caso registrado como furto mediante fraude. O Fiat Palio 2001 (DDN-1709/Limeira) e o ciclomotor Sundown Max 125 preto 2007 (ainda sem placa) foram apreendidos e devidamente devolvidos à vítima.

A pessoa em questão é J.J.M., 34, morador de Sobradinho/DF, um homem que segundo os policiais que trabalharam no caso, tem o “poder da palavra”. Nesse caso, seria o poder de convencimento, pois com uma série de artimanhas, conseguiu fazer com que a vítima lhe entregasse os veículos. Detido, utilizou novamente seu dote da oratória alegando que apenas pegou os veículos emprestados.
Tudo começou em novembro do ano passado, quando o empresário S.W.B., 19, morador da Vila Queiroz, foi apresentado ao suposto pastor ao freqüentar a igreja Assembléia de Deus. Em um dos cultos, J. disse à vítima e ao seu pai que tinha “revelações de Deus para a família”, tendo comparecido em um almoço em sua residência, para explanar a respeito do que se tornara emissário.
Na ocasião, J. se interessou pela motocicleta, recém adquirida pelo dono da casa e que ainda não havia sido registrada. Fechado o negócio nesse mesmo dia, em 12 de novembro, J. deu como entrada um cheque de terceiro no valor de R$ 1,2 mil e o restante (R$ 2,8 mil) deveria pagar dois dias depois - o que acabou não ocorrendo. Além de não pagar o débito, J. ainda pediu o Palio emprestado.
Para convencer o empresário a lhe fornecer o veículo para uma pequena viagem, ele assegurou que quando retornasse, venderia seu próprio carro - um Fiat Siena, placas MPV-6870/Serra-ES, que ficou em poder do empresário - e efetuaria o pagamento. Mas após esse dia, ninguém conseguiu fazer contato com o suposto pastor, nem mesmo através dos quatro números de telefone que ele deixou.
Além do carro, J. deixou o documento de porte obrigatório (CRLV) e carnê de financiamento do Itaú Leasing e uma via da nota fiscal da moto. Levou ainda cópia dos documentos pessoais do limeirense. Através do pastor da igreja, foi informado que a moto estaria na cidade de Ipatinga/MG e o Palio, em Varginha/MG, mas não conseguiu descobrir os endereços, resolveu registrar queixa no plantão.
A ocorrência, assinada pelo delegado plantonista Nilo Bernardi, foi encaminhada ao 3º DP, passando a ser objeto de investigação pelo delegado Mamede Jorge Rime e investigadores Milton Barhun e Marcos Cruz. Inicialmente, eles apuraram que o tal pastor já registrava antecedente por furto. Logo em seguida, emitiram comunicado e a moto foi apreendida em Ipatinga, sendo devolvida ao proprietário.
Mais recentemente, no último dia 18, J., manteve contato com a vítima e propôs um acordo para devolver o carro e marcou um encontro defronte ao hotel onde estaria hospedado. Os investigadores acompanharam o empresário e ao depararem com o acusado, o conduziram à delegacia. O Palio foi devidamente apreendido. Indiciado, J. negou ter sumido com o carro e alegou “empréstimo”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 381 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal