Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/01/2008 - A Tarde Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso após derrame de notas falsas em Eunápolis

Por: Maria Eduarda Toralles


O desempregado José Correa Couto, 34 anos, foi preso nesta quinta-feira, dia 17, por repassar notas falsas no comércio de Eunápolis.

"Uma nota verdadeira por cinco falsas", esse foi o grande negócio que José Correa Couto achou ter feito. Ele gastou R$ 1.200 reais para comprar R$ 6 mil em notas falsas, no Brás, em São Paulo. De volta a Eunápolis, a 640 quilômetros de Salvador, o desempregado distribuiu parte das notas falsas entre os familiares e saiu repassando o restante no comércio local.

De acordo com o delegado Renato Fernandes, várias pessoas registraram ocorrência na delegacia de Eunápolis, até que a policia conseguiu encontrar o golpista. Com ele ainda estavam R$ 500 em notas de 100 falsas.

Parte das notas compradas no Brás acabou molhando e desbotando, essas foram rasgadas pelo golpista, o restante foi distribuido entre familiares. Cerca de R$ 1 mil reais em notas falsas estão com Fredson Santos Carlos, que segundo o delegado, teria pedido parte da mercadoria a Couto, pois estaria precisando de dinheiro também. Ele está sendo procurado pela policia.

Além de José Couto, foi detido em flagrante o motorista Lenivaldo Borges Soares, 42 anos, que locou um carro em seu nome para que José realizassem o golpe no comércio da cidade.

Couto tinha acabado de sair da delegacia de São Bernardo do Campo (SP), onde cumpria pena receptação e falsificação de moeda, receptação de veículos roubados e formação de bando, segundo Fernandes.

Era uma família, nem desconfiei que era dinheiro falso", contou um comerciante, que preferiu não se identificar. Dono de um restaurante, ele recebeu uma nota falsa de R$ 50 reais e só foi descobrir o golpe quando foi procurado pela policia. O crime de falsificação de notas está previsto em lei, e prevê uma pena de 3 a 13 anos de detenção.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 284 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal