Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/05/2006 - RondoNoticias / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

CNBB considera corrupção no Brasil como endêmica



A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou ontem uma declaração sobre o cenário político na qual considera a corrupção brasileira como "endêmica". O documento defende a utilização da Lei 9.840 - contra a compra de votos e uso da máquina pública - para que o País possa sair do "tradicional círculo vicioso da corrupção". Os bispos defendem, ainda, urgência na reforma política.

De acordo com a CNBB, a reforma política deve ser "capaz de proporcionar uma estrutura de maior participação popular nas eleições, que controle o poder econômico e bloqueie a corrupção". A Igreja Católica convoca os eleitores a validarem os seus votos escolhendo candidatos éticos, idôneos, "capazes de orientar o País para novos caminhos".

Na opinião do arcebispo de Brasília, d. João Braz de Aviz, a população precisa participar mais ativamente das questões do Estado e escolher valores no campo político - "ao custo de (o País) não conseguir sair dessa corrupção endêmica".

Os bispos sugerem que todos os partidos apresentem candidatos competentes e honestos. E alertam os eleitores sobre políticos "cujas plataformas camuflam interesses particulares", sobre "oportunistas" e sobre os que "são sustentados por campanhas financeiras vultosas".

A CNBB alerta que esses candidatos "não têm escrúpulos em reproduzir o esquema de corrupção eleitoral". O grande desafio no atual cenário, diz a entidade, é "alentar" o povo, que manifesta "desencanto e decepção" com a vida política".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 457 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal