Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/01/2008 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos três que estariam com cheques roubados de empresa


A prisão de três homens acusados de estelionato pode levar a Polícia Civil a apreender cheques roubados de uma transportadora em Cuiabá, de onde levaram cerca de 15 mil folhas, sendo parte delas recuperadas recentemente. Trata-se de Abrahão Gomes Bezerra Neto, Acerlan Mendes de Oliveira, ambos de 25 anos, e Deolindo Leopoldino Fonseca, de 35. Eles compraram duas máquinas agrícolas com cheques furtados da Sicred e da Cooperauto. O vendedor descobriu o golpe e acionou a polícia.

Segundo a delegada Cleibe de Paula, de plantão na Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA), há cerca de duas semanas, um vendedor de máquinas da cidade de Rosário Oeste (a 120 quilômetros da Capital) negociou um trator Valmet com Abrahão e Acerlan por R$ 35 mil.

O pagamento foi feito com um cheque do Sicred, no valor de R$ 35 mil. Só que antes desse prazo, o vendedor tentou negociar o cheque e descobriu que se tratava de uma folha roubada. Então, percebeu que tinha caído num golpe.

“Acontece que os mesmos golpistas ligaram novamente para a vítima querendo comprar outra máquina agrícola. Na segunda transação, foram dados dois cheques, de outro banco”, explicou a delegada. Conforme a vítima, ele negociou um trator de esteira por R$ 40 mil, sendo pago com dois cheques, um de R$ 30 mil e outro de R$ 10 mil, do banco Cooperauto. Ao checar, descobriu que os dois cheques estavam irregulares.

Para recuperar a primeira máquina vendida, o vendedor, então, esperou o caminhão contratado pelos golpistas. Embarcou a máquina e seguiu atrás de carro até Várzea Grande. Ele avisou a Polícia Civil que prendeu os três golpistas no momento em que chegavam para buscar o trator de esteira.

Na delegacia, os três envolvidos negaram saber qualquer irregularidade. Acreditavam que os cheques estavam normais. Eles foram presos em flagrante pelo crime de estelionato.

Conforme a delegada, os cheques da Coooperauto estavam cancelados, sinalizando que foram roubados. “O período em que os cheques da empresa de transportes foi roubado com a emissão do primeiro coincidem. Precisamos, no entanto, confirmar se os cheques são mesmo do mesmo lote”, explicou a delegada. (AR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 239 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal