Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/12/2007 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário é preso com cartões em Curitiba

Por: Giselle Ulbrich


Uma prisão realizada anteontem pela manhã, de Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga (DEDC), deixou claro o quanto qualquer um pode ser vítima de estelionato. Paulo Sérgio Cambuhy, 36 anos, foi detido com mais de 60 correspondências com cartões de crédito dentro, possivelmente desviados da empresa que fazia as entregas das cartas. Para desbloqueá-los, Paulo conseguia as informações pessoais dos donos dos cartões com uma empresa de consultas de cheques, passando-se por comerciante que queria consultar se os cheques que supostamente recebia de seus clientes tinham fundos.

O delegado Vinícius Augusto de Carvalho, da DEDC, explicou que a prisão ocorreu durante abordagem de rotina no Xaxim. Quando os policiais solicitaram os documentos de Paulo, ele, muito nervoso, entregou a carteira de habilitação em nome de Rubens Cássio da Silva. Os policiais descobriram que Rubens era morador no interior do estado, e que apesar da habilitação que Paulo usava ser quente, emitida pelo Detran em Curitiba, ele a tirou usando documentos em nome de Rubens, possivelmente furtados.

Cartões

No carro de Paulo, policiais encontraram três cartões de crédito que ele não soube explicar a procedência. Na casa dele, encontraram o restante dos cartões. Também apreenderam três celulares, outros documentos em nome de Rubens e de outras pessoas, além de algumas anotações, contendo todos os dados pessoais de vítimas que tiveram os cartões desviados. A DEDC investiga agora como os cartões, todos quentes, de clientes verdadeiros, foram parar nas mãos de Paulo. Quase todos são do Banco Real.

A polícia descobriu que os produtos que ele comprava com os cartões eram revendidos a terceiros. Ainda não se sabe de quanto foi o golpe que o estelionatário aplicou, nem quantas vítimas ele já fez. Rubens, dono da carteira de motorista usada por Paulo, foi notificado pela Receita Federal, em razão de ele não ter declarado, em seu imposto de renda, compras, uma linha telefônica e uma empresa de que ele seria sócio, por conta das falcatruas de Paulo.

O detido já era procurado pela Justiça do Mato Grosso do Sul desde junho deste ano, por estelionato, e tinha mandado de prisão em aberto. Ele ainda deve cumprir mais sete anos, três meses e 15 dias de prisão. Da DEDC ele foi encaminhado, ontem, ao Centro de Triagem II, em Piraquara.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 436 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal