Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/05/2006 - IDG Now Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Hacker é condenado a 57 meses de prisão por controlar PCs

Por: Juan Carlos Perez


Um hacker foi sentenciado a quase cinco anos de prisão, a maior pena já concebida a criadores de vírus e pragas maliciosas, disse o Departamento de Justiça dos Estados Unidos em um documento.
Um juiz sentenciou Jeanson James Ancheta, na Califórnia, a 57 meses em uma prisão federal. Após o fim do período, ele passará três anos mais em liberdade vigiada, e durante este tempo terá acesso limitado a computadores e à internet.
O adolescente de 20 anos foi considerado culpado em janeiro por acusações de crime federal por criar e espalhas vírus para lucrar em cima de usuários.
Ancheta, especificamente, criou botnets, tomando controle silencioso de milhares de computadores, e usando a rede para ordenar ataques online. Ele também alugou os bots disponíveis para spammers e outros hackers.
O tipo de cibercrime perpetrado por Ancheta se tornou popular entre hackers nos últimos anos, criando preocupações e problemas para usuários finais, agentes da lei e empresas de TI.
O juiz R. Gary Klausner, do Corte Distrital da Califórnia, descreveu os crimes de Ancheta como "extensos, sérios e sofisticados", durante a leitura da sentença, de acordo com o anúncio. "Seu pior inimigo é sua arrogância intelectual com a qual, de certa maneira, o mundo não pode lidar com", disse Klausner ao jovem.
Klausner poderia sentenciar Ancheta por mais de 25 anos na prisão. Em janeiro, Ancheta foi considerado por conspirar para violar os Atos de Abuso e Fraude de Computadores e o CAN-SPAM, causar danos a computadores usados pelo governo federal para defesa do país, e acessar PCs protegidos sem autorização para cometer fraudes.
Como parte da sentença, Ancheta também terá que pagar multa de 15 mil dólares a algumas instituições militares norte-americanas cujas redes foram intencionalmente prejudicadas. Em adição, o governo se apoderou de 60 mil dólares em dinheiro, carros e computadores que pertenciam a Ancheta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 424 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal