Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/08/2019 - Agora SP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Saiba como fugir do golpe do FGTS no WhatsApp e no email

Por: Laísa Dall'Agnol

Desde que a Caixa anunciou a liberação de até R$ 500 das contas do fundo, golpistas estão agindo

Quem se animou com a liberação parcial do saldo das contas do FGTS, prevista para setembro, tem agora um motivo para se preocupar.

Desde o final de julho, circulam nas redes mensagens falsas atribuídas à Caixa ou ao governo e cujo intuito é roubar dados dos usuários.

O conteúdo, que é enviado via WhatsApp, SMS ou email, tem promessas como saque imediato do FGTS ou, ainda, traz avisos de que o usuário tem mais de duas contas para serem sacadas e que, por isso, o sistema unificou o saldo de ambas.

Ao clicar nos links indicados, na maioria dos casos, o usuário tem os dados de acesso à Caixa roubados.

Os criminosos usam os dados para acessar o Cartão Cidadão e, assim, poder alterar o endereço do beneficiário e, por exemplo, solicitar um novo cartão, que vai para a casa do fraudador.

No caso do email fraudulento, o usuário é levado a baixar um arquivo que contém um vírus, que rouba dados bancários.

Emílio Simoni, diretor da dfndr lab, área de segurança da PSafe, empresa de proteção virtual e privacidade mobile, diz que quem caiu no golpe precisa ter cuidado.

“Entre em contato com a Caixa, informe o ocorrido e rode no computador ou aparelho a verificação completa do antivírus”, orienta.

Ele também explica que quem já foi vítima de fraude deve acionar o serviço de telefonia.

“Nesse caso, será preciso pedir a retirada do número de celular da base de dados dos criminosos.”

A Caixa Econômica Federal informa que não envia links nem pede confirmações de dados ou acesso à conta por email, SMS ou WhatsApp.

Liberação do Fundo de Garantia | Fuja dos golpes

● Desde que o governo anunciou, em julho, a liberação do saque parcial das contas ativas e inativas do FGTS, começaram a circular nas redes sociais diversos tipos de golpes

● A maioria deles ocorre via WhatsApp, mas também há registros de fraudes por SMS (mensagem de texto) e por email

Como funciona?

● Geralmente, o golpista se passa pela Caixa Econômica Federal, gestora do Fundo de Garantia, pelo Ministério da Economia ou pelo Ministério do Trabalho
● Promessas falsas de saque imediato do dinheiro e consulta ao fundo são frequentes, mas a grana só começa a ser liberada em dezembro
● Perguntas como "Deseja sacar todo seu FGTS?" e solicitação de senhas também são recorrentes
● Na maioria dos casos, os criminosos roubam as credenciais de acesso à Caixa para ter dados do Cartão Cidadão
● Com isso, dá para alterar o endereço do usuário, por exemplo, e solicitar um cartão novo, que irá para a casa do fraudador
● O email fraudulento pede para o usuário baixar um link, com um vírus que rouba credenciais bancárias

Como evitar?

1 - Não clique - Nunca dê um clique em links enviados por remetentes que você não conheça
2 - Verifique a veracidade do link - Também não clique em links que pareçam estranhos, como os endereços com muitos caracteres e números e mensagens com erros de português, entre outros
3 - Não forneça dados - Nunca forneça senhas ou informações pessoais
4 - Tenha um antivírus - É primordial instalar um programa de antivírus no celular, além do computador

Orientações da Caixa

● A Caixa informa que não envia links e não pede confirmação de dispositivos ou acesso à conta por email, SMS ou WhatsApp.
● Para que o trabalhador consiga informações seguras sobre sua conta do FGTS e procedimentos sobre o saque, ele pode acessar o aplicativo FGTS ou o endereço fgts.caixa.gov.br.
● Quem ficar com dúvidas pode ainda entrar em contato pelo telefone 0800-7260207

Correntista da Caixa pode antecipar saque do FGTS

Além dos poupadores da Caixa, os trabalhadores que possuem conta-corrente no banco aberta até 24 de julho deste ano poderão antecipar os saques de até R$ 500 das suas contas de FGTS.

Os correntistas que optarem até o dia 25 de agosto pelo crédito do valor do chamado saque imediato nas suas contas da Caixa receberão o crédito de acordo com o mesmo calendário previsto para os créditos para titulares de contas-poupança, que serão depositados em três lotes distribuídos entre os dias 13 de setembro e 9 de outubro.

Quem pedir o saque após o dia 25 receberá o crédito na conta indicada a partir de 12 datas distribuídas entre 18 de outubro deste ano e 6 de março de 2020. (CC)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2019 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal