Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/12/2007 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende homem que aplicava golpes na internet


Um homem foi detido nesta quinta-feira (13) no interior de São Paulo por suspeita de aplicar golpes na internet em todo o país. A última vítima foi um empresário do Rio de Janeiro, que desconfiou do calote e acionou a polícia fluminense. Em uma operação conjunta, ele foi localizado no município de Araras, a 169 km da capital paulista.

O empresário carioca procurou os policiais no dia 6 de dezembro porque vendeu um laptop pela internet e não recebeu o pagamento. Segundo a polícia, o golpe funcionava da seguinte forma: o criminoso, que é técnico em informática, se fazia passar por cliente e entrava em um site que vende produtos de computação.

Servindo como intermediário na negociação, é o site quem recebe o dinheiro da compra e repassa ao vendedor. O estelionatário fazia a encomenda de forma regular. No entanto, ele simulava ser do site e mandava uma mensagem ao comprador, afirmando que o dinheiro já estava disponível. Assim, a mercadoria era entregue, mas o depósito não ocorria.

“Ele forjava o e-mail de recebimento do pagamento. A pessoa encaminhava o produto e não recebia o dinheiro”, contou o delegado Tabajara Zuliani dos Santos, do Serviço de Investigações Gerais (SIG) de Araras. Foi a equipe dele que localizou o criminoso em sua casa, em um bairro da periferia. No entanto, a operação contou com a participação do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), em São Paulo, e da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio.

Santos informou que o técnico em informática já tem passagem na polícia de Araras por aplicar golpes semelhantes. “As vítimas são do Brasil inteiro”, disse o delegado. Ele foi indiciado por estelionato. Após a denúncia do empresário carioca, a polícia começou a monitorar os passos do criminoso e impediu que o laptop chegasse a Araras. O computador já havia sido enviado pelo correio no Rio de Janeiro. Na casa do estelionatário, os policiais encontraram 20 produtos de informática, como impressoras e monitores.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 266 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal