Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/05/2006 - Jornal da Paraíba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Prejuízo com golpe do ‘carro novo’ pode chegar a R$ 1,6 mi, diz polícia

Por: Fernando Ivo


O prejuízo causado às instituições financeiras lesadas pelo golpe do “carro novo” pode chegar a mais de R$ 1,6 milhão, na Grande João Pessoa. A estimativa é do superintendente de 1ª Regional de Polícia Civil, Manuel Magalhães, com base no número de carros que teriam sido comprados pelos acusados, e que, até agora, são aproximadamente 80. Na última segunda-feira, mais um acusado de envolvimento no caso foi preso pela polícia na cidade de Santa Rita. O trabalhador Severino Pereira do Nascimento é suspeito de integrar a quadrilha que falsificava documentos para a compra de veículos financiados. Com ele, a polícia encontrou documentos falsos e apreendeu outros três carros.

Severino Pereira foi preso em uma residência no Alto dos Populares, em Santa Rita. Ele estava na casa de familiares e portava RG, Cadastro de Pessoa Física (CPF), cartões bancários e uma série de outros documentos falsificados usados também para a compra de motos. O suspeito vinha sendo investigado há cinco meses pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos. De acordo com Manuel Magalhães, a prisão tem relação com o esquema descoberto na cidade de Bayeux, em que o designer Ronelli Pessoa da Silva Santiago foi preso acusado por fraudar documentos públicos e estelionato.

Com as informações de Severino Pereira, a polícia conseguiu chegar ao nome de outras quatro pessoas, que tiveram os carros apreendidos. Os demais envolvidos prestaram depoimentos e foram liberados. Três carros, sendo dois veículos Fiat e um Fiesta, estão apreendidos na Central de Polícia. Um laudo técnico e a perícia serão feitos nos veículos, suspeitos de terem sido adquiridos com documentos falsos. “Os proprietários não tinham renda comprovada e trabalham como motoristas de transporte alternativo”, destacou Marcos Filgueiras, agente da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos.

Severino Pereira, segundo o agente, afirmou que apenas repassava os carros adquiridos para outras pessoas, mas o mentor da fraude seria o corretor de veículos Silvio Carlos Soares. Silvio é apontado também por Ronielle como autor intelectual do crime. Após depoimento anterior na 5ª Delegacia Distrital, em Bayeux, o corretor foi liberado por falta provas contra ele.

“Eu acredito que ele (Silvio) esteja envolvido na fraude e que a quadrilha tenha ramificações maiores”, enfatizou Filgueiras. Ele explicou que o grupo atuava de forma organizada, com a participação de funcionários das concessionários que facilitavam a liberação do financiamento. Para o golpe, eram usados “laranjas” que cediam seus nomes para a falsificação dos documentos e recebiam uma quantia aproximada de R$ 200. “Creio que haja ainda, mais de 40 carros adquiridos desta forma”, afirmou Filgueiras. Marcos se referiu a descoberta de outros 40 veículos, além dos já identificados anteriormente, o que daria um prejuízo estimado em R$ 1,6 milhão. Com os documentos falsos, os acusados regularizavam o carro e só na renovação do veículo era percebida a fraude.

Severino Pereira do Nascimento usava documentação falsa e foi enquadrado por este crime. Ele está preso em um dos presídios de João Pessoa e deverá prestar maiores esclarecimentos ainda esta semana. Manuel Magalhães disse que os dados serão comparados e uma investigação conjunta será realizada com a 5ª Delegacia Distrital, Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e a Polícia Militar.

Outra informação adicionada à investigação é que várias pessoas, após saberem do golpe pela imprensa, procuraram a delegacia distrital de Bayeux, para prestar queixa da perda de documentos e empréstimos dos mesmos a terceiros. “Já foram registrados vários casos, inclusive o da doméstica que havia perdido os documentos dentro do ônibus e começou a receber cobrança pela compra de veículos”, completou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 518 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal