Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/12/2007 - Portugal Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-gerente bancário confessa desvio de 6 milhões


Camilo Pereira Coelho, ex-gerente do então Banco Totta e Açores de Seia, foi hoje acusado pelo Tribunal Judicial desta cidade dos crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, abuso de confiança agravada e branqueamento de capitais, noticia a Lusa.

O arguido confessou a prática de todos estes crimes, que terão ocorrido entre 1994 e 2001. Segundo a acusação, Camilo Coelho aproveitou-se da confiança que alguns dos principais clientes da agência do Totta e Açores de Seia nele depositavam, para os incentivar a fazer aplicações altamente lucrativas nas delegações do banco em Londres e no Luxemburgo.

Eram prometidas taxas de rentabilidade muito atractivas, que iam desde os 6 por cento até aos 22 por cento ao ano, em alguns casos. Assim, os clientes passavam cheques que entregavam ao arguido e que este desviava para contas suas, falsificando depois documentos comprovativos das mesmas aplicações financeiras.

Segundo a acusação, o montante total destes desvios ascende a cerca de seis milhões de euros. O arguido confessou ao tribunal que estes crimes foram motivados pela sua compulsividade para o jogo e que a dado momento deixou de controlar a situação, tendo assim de continuar com as burlas na esperança de um dia vir a recuperar os montantes em falta.

Camilo Coelho está acusado de 23 crimes, cujo somatório ultrapassará o limite penal de 25 anos de cadeia, o máximo permitido pela lei portuguesa.

No entanto, em declarações à agência Lusa, o advogado de defesa, Carlos Peixoto, afirmou pretender que este seja acusado por um único crime continuado, visto que a única entidade prejudicada foi o banco. O então Banco Totta & Açores devolveu aos seus clientes os montantes desviados pelo seu ex-funcionário.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 353 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal