Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/12/2007 - B2B Magazine Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Experian alerta para riscos de fraudes internas


A Experian, empresa de soluções de informações, distribuiu um documento no qual alerta as empresas britânicas para o crescente risco representado por ações criminosas realizadas dentro das próprias organizações, inclusive por pessoas que ocupam cargos de confiança. O documento, chamado Experian Insider Fraud Dossier, afirma que o problema já merece uma atenção especial por parte das empresas.

No trabalho, a especialista em fraudes Anne Green trata dos tipos de funcionários que representam os maiores riscos em relação ao problema, os motivos mais comuns e os sinais de alerta para os quais os supervisores devem estar atentos, a fim de tomar medidas preventivas.

De acordo com Green, quase todas as organizações são atingidas por fraudes internas. Na maioria dos casos, são problemas isolados, como o da pessoa que exagera nas qualificações para obter o emprego ou pequenas alterações esporádicas nos relatórios de despesas. Mas o fato de as empresas terem propriedades valiosas, inclusive na forma de dados a respeito de clientes e fornecedores, está chamando a atenção de outro tipo de criminosos.

O relatório da Experian chama a atenção para três categorias de funcionários sobre as quais as empresas devem ter maior atenção:

- Funcionários jovens, com pouca experiência de vida, trabalhando em áreas operacionais de grande porte, como processamento de dados ou call centers. Eles podem ser coagidos por organizações criminosas a operar de acordo com seus interesses.

- Organizações criminosas interessadas em obter dados que possam ser usados em fraudes relativas a falsificação de identidades podem plantar um agente infiltrado como funcionário da empresa para conseguir essas informações.

- Pessoas com cargos de direção, especialmente as que tratam com fornecedores, encomendas e compras, que muitas vezes não precisam prestar contas das despesas. Têm mais oportunidade e correm menor risco de serem descobertas.

Os sinais de alerta iniciais que aconselham uma atenção maior ao problema são: funcionários com padrão de vida superior ao permitido por suas posses; funcionários que passam por períodos de grande aperto financeiro; funcionários que ficam trabalhando depois do expediente e rejeitam oportunidades de folga; e funcionários que rejeitam oportunidades para trocar de cargo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 296 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal