Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


AFD SUMMIT

A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

22/07/2014 - Campo Grande News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Policia goiana prende em Campo Grande suspeito de crime de estelionato

Por: Ludyney Moura


A Polícia Civil de Goiás prendeu, entre a última quinta-feira (17) e ontem (21), sete suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha suspeita do crime de estelionato praticados na região do município de Rio Verde de Goiás, distante 232 km de Goiânia. Um dos detidos estava foragido em Campo Grande.

O delegado responsável pelo caso, Danilo Proto, revela que a quadrilha arrecadou cerca de R$ 2,5 milhões usando a documentação de produtores rurais para conseguirem financiamento de veículos junto a instituições financeiras. O suspeito preso em Campo Grande tinha familiares na cidade, e foi encontrado com ajuda da polícia do Estado.

“O que liga o fato a Campo Grande é a prisão de um suspeitos, que estava foragido na Capital de Mato Grosso do Sul. Ele era um dos líderes do esquema, e juntamente com outro suspeito era responsável por levantar a documentação das vítimas, e por providenciar as contas dos laranjas para depósito do dinheiro”, explica Proto.

O delegado diz ainda que já solicitou o recambiamento (movimentação de réu preso entre entes da Federação) do suspeito detido em Campo Grande. “Além do mandado de prisão aqui de Goiás, ele tem um outro em aberto do Rio Grande do Sul, por homicídio”, revela.

Todas as vítimas eram da região de Rio Verde de Goiás, e procuraram a polícia local depois que começaram a receber em casa, os boletos com a cobrança de financiamento de veículos que nunca fizeram. A polícia investiga a participação de servidores do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de Goiás, e de funcionários de concessionárias de veículos do interior goiano.

Os integrantes da quadrilha, cujas identidades ainda estão em sigilo, devem responder por estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documentos e associação criminosa. Um estudante de medicina está entre os presos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 49 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal