Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

20/12/2016 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tentaram comprar fábrica com notas falsas Três homens foram detidos por suspeitas de burla.

Três homens foram detidos por suspeitas de burla.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve três homens que alegadamente tentaram comprar as instalações de uma fábrica inativa em Santo Tirso, no valor de 1,4 milhões de euros, com notas de 200 euros falsas, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Diretoria do Norte da PJ refere que os detidos, com idades entre os 16 e os 34 anos, são suspeitos da autoria de uma tentativa de burla qualificada cometida na segunda-feira numa freguesia do concelho de Santo Tirso, distrito do Porto, bem como de passagem de moeda falsa.

Para concretizar o crime, afirma a PJ, os suspeitos "apresentaram-se como empresários e representantes de um grande investidor que pretendia adquirir umas instalações fabris de momento inativas pela quantia de 1,4 milhões de euros, pagando o preço em dinheiro, designadamente em maços de notas de 200 euros".

"Enquanto o edifício ficaria registado em nome de uma terceira pessoa por eles a indicar e de nacionalidade estrangeira, um dos arguidos receberia do dono da empresa uma comissão de 300 mil euros pela mediação do negócio, tendo chegado a haver contactos preparatórios deste, quer em Portugal quer em Bruxelas", acrescenta.

Depois de alertada, a PJ deu início às diligências necessárias que conduziram à detenção dos suspeitos, confirmando-se que o dinheiro que os suspeitos pretendiam entregar num hotel do Porto para a concretizar o negócio eram notas falsas, "tentando obter porém os 200 mil euros verdadeiros a pagar como comissão pelo dono da empresa".

No âmbito desta operação, a PJ apreendeu objetos e documentos, bem como uma mala retangular que continha 70 maços de notas falsas de 200 euros, uma máquina de contar notas, rolo de película aderente e tiras de notas abertas, entre outro material.

Os detidos têm já antecedentes criminais em Itália pelo mesmo tipo de crimes e vão agora ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas tidas por adequadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 177 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal