Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/01/2017 - Jornal de Angola Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Procuradoria Geral autoriza investigação

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, vai ser ouvido pela Polícia nos próximos dias numa investigação que persegue denúncias de corrupção contra si e membros de família, noticiou ontem o jornal “Haaretz”.

Segundo informações avançadas pelos canais de TV locais, o interrogatório pode ter lugar hoje na sua residência oficial. Netanyahu e membros da sua família estão indiciados como suspeitos de receber presentes de homens de negócios no valor de сentenas de milhares de shekels.
A Polícia já interrogou testemunhas em Israel e no estrangeiro. A conversa com uma das testemunhas, Ron Lauder, homem de negócios e amigo de Netanyahu, permitiu à Polícia fazer um avanço sério na investigação. Segundo o jornal “Haaretz”, Ron Luader confirmou a entrega de diferentes presentes a Netanyahu e ter pago uma viagem ao filho do político ao estrangeiro. O primeiro-ministro israelita nega as acusações, e adianta que tais denúncias “não levam a nada, porque nada existe”.

Procuradoria

As investigações a procedimentos de corrupção envolvendo o primeiro-ministro de Israel foram autorizadas pela Procuradoria Geral, que pediu um investigação formal contra Benjamin Netanyahu.
O Ministério Público acredita haver evidências fortes de suspeitos de fraude e suborno ligadas ao primeiro-ministro, segundo a TV israelita Channel 10. A Polícia de Israel investigou secretamente uma série de denúncias contra Netanyahu.
Os documentos recolhidos até agora indicam que o primeiro-ministro recebeu pagamentos na forma de doações de campanha para a eleição de 2009, que levou o líder do partido conservador Likud ao poder pela segunda vez.
O “Times of Israel” diz que o primeiro-ministro é acusado de ter recebido um milhão de euros do empresário francês Arnaud Mimran, condenado a oito anos de prisão por fraude. Funcionários do Governo ligados a Netanyahu negam a existência de irregularidades.
“Desde a vitória de Netanyahu nas últimas eleições e até mesmo antes, elementos hostis usaram esforços heróicos para tentar provocar a sua queda, com falsas acusações contra ele e sua família”, disse um porta-voz do primeiro-ministro.
O porta-voz, que falava ao jornal “Haaretz”, disse: “Esta última tentativa de incriminar Benjamin Netanyahu é absolutamente falsa. Não havia nada e não há nada a encontrar, nem a provar.” Outra suspeita contra o líder israelita está relacionada com a compra de submarinos estrangeiros pelo Ministério da Defesa de Israel.
As embarcações eram adquiridas para ajudar a defesa do país contra um dos seus maiores rivais, o Irão, que, por acaso, detém parte das acções da empresa fabricante, a alemã Thyssen Krupp.
Este caso dominou o debate público em Israel nas últimas semanas. Conforme noticiou a imprensa local, acredita-se que Netanyahu pode ter influenciado, devido às ligações do seu conselheiro pessoal David Shimron com a Thyssen Krupp, mesmo com muitas autoridades do sector da Defesa contra a compra dos submarinos.
O Channel 10 refere que o primeiro-ministro deve ser chamado para depor sobre estas duas investigações dentro de alguns dias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 224 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal