Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

23/11/2016 - Bhaz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Trio é preso suspeito de estelionato ao tentar vender imóvel de R$ 10 milhões na Pampulha pela OLX


Três pessoas foram detidas na noite desta quarta-feira (23) suspeitas de estelionato. Elas são suspeitas de envolvimento na venda de imóveis em área nobre no bairro Braúnas, na região da Pampulha, Belo Horizonte. O trio se passava por corretores de imóveis e negociava partes de um terreno avaliado em mais de R$ 10 milhões anunciadas pelo site OLX.

Na última sexta-feira (18), o proprietário do imóvel registrou uma queixa na polícia denunciando o crime do grupo. O dono, de 58 anos, descobriu o esquema ao receber no início deste mês uma ligação de um interessado pelo terreno, anunciado no site de classificados online OLX.

Assustado, o homem acessou o anúncio e ligou para o anunciante, se passando por um interessado. Ele, então, se encontrou com os falsos corretores de imóveis, que apresentaram exatamente o imóvel de sua propriedade.

O grupo chegou a entregar um cartão de visita com o nome de uma imobiliária, mas, no documento para receber o valor da venda do imóvel, a conta na qual o dinheiro deveria ser depositado era de uma outra empresa – esta sim com participação societária de um dos envolvidos. A vítima ainda descobriu que a matrícula do terreno anunciado possuía uma penhora por dívida de R$ 2 milhões.

O imóvel no bairro Braúnas, de fato, está em disputa judicial, segundo a Polícia Civil. No entanto, como o processo ainda não foi transitado em julgado, as matrículas estão impedidas de alienação justamente para evitar os crimes de estelionato e potencial fraude.

Na noite desta quarta-feira, um homem de 45 anos que se passava por dono da imobiliária, um homem de 62 anos que simulava ser corretor e uma mulher de 43 – suposta funcionária da corretora – foram presos pela equipe da 2ª Delegacia de Venda Nova.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 306 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal