Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/10/2015 - Correio Braziliense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende quadrilha especializada em clonagem de chips de cartões

Por: Isa Stacciarini e Bernardo Bittar

Segundo o delegado-chefe da Corf, Jeferson Lisboa, o prejuízo é milionário e, até o momento, incalculável. Prisões devem ocorrer no DF e em São Paulo

Uma megaoperação, batizada de Double Card, desarticulou uma organização criminosa especializada na clonagem de chips de cartão de crédito e de débito, recurso tecnológico considerado seguro em todo o país. A ação ocorreu na manhã desta terça-feira (6/10). Segundo a Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (Corf), da Polícia Civil, o golpe era aplicado no Distrito Federal e em São Paulo – onde são realizadas as prisões –, além do Rio de Janeiro e em todos os estados do Nordeste. A investigação durou 11 meses.

Policiais cumprem 15 mandados de prisão preventiva, 5 deles em Brasília, 24 de busca e apreensão — 8 em Brasília e 16 em São Paulo — e quatro conduções coercitivas para depoimento, sendo três no DF e uma na capital paulista. Quatro pessoas de Brasília, inclusive o líder do grupo na capital, já estão atrás das grades e tratam-se de técnicos de empresas de manutenção de cartão de crédito. Eles procuravam lugares com grande fluxo compras com cartão de crédito. Entre os lugares que atuava estavam: Asa Sul, Lago Sul, Águas Claras e Sudoeste.

Prejuízo incalculável

De acordo com a investigação, o grupo adulterava máquinas de cartões para capturar dados pessoais e senhas dos titulares. O objetivo era a prática de furtos mediante fraude, falsificação de documentos, estelionatos e lavagem de dinheiro. Só em Brasília a polícia identificou 2 mil ocorrências. Segundo o delegado-chefe da Corf, Jeferson Lisboa, o prejuízo é milionário e, até o momento, incalculável. "Eles captavam todos os dados do chip do cartão de crédito das vítimas via Bluetooth. Um sistema muito sofisticado", explicou.

Ao todo, participam da operação 45 agentes da Polícia Civil do DF em São Paulo e 40 no DF . Na capital paulista, a equipe conta ainda com o apoio da Polícia Civil de SP, com mais de 50 servidores.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 120 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal