Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/02/2016 - Diário do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista de Campo Grande, Fabiano Portilho ameaça dono do Diário do Estado de morte

Por: Ibrahim Hout

Portilho, conhecido da imprensa do Mato Grosso do Sul por trabalhos sujos, agora deferiu novas ameaças ao empresário paranaense Derick Fernandes utilizando perfis falso para o crime. Polícia Civil do Paraná foi acionada contra o rapaz, que já foi condenado até por estelionato.

O golpista e falso jornalista Antônio Fabiano Portilho Coene, titular do jornal i9 em Campo Grande, ameaçou através de perfis falsos o empresário Derick Fernandes, fundador do Diário do Estado, de morte. Usando o perfil falso com o nome de Alisson Sampaio, filho da culinarista Iracema Sampaio (falecida em 2011), Portilho comentou a ameaça na página do empresário.

“Vai morrer logo… logo rs” […] disse Fabiano Portilho, que recentemente foi indiciado pela Polícia Civil de MS por falsa comunicação de crime, quando acusou de forma injusta e difamadora o empresário Derick de roubar um veículo. Derick na ocasião comprovou e registrou todos os documentos que atestavam sua propriedade do carro.

ENVOLVIMENTO COM CRIMES E PRISÃO

Fabiano Portilho já cumpriu pena em regime semi aberto em 2010 quando foi condenado no processo 043.05.000493-2 por estelionato. O documento está disponível para consulta pública no Diário de Justiça do Mato Grosso do Sul – Neste link – Outros processos criminais correm contra o sujeito na justiça de MS.

Em Campo Grande, Portilho é visto como “ranço da imprensa marrom”. Financiado por políticos, que pagam mensalmente quantias em dinheiro para não terem seus nomes divulgados no jornal I9, em 2014 se destacou por ter os jornais apreendidos pela Polícia Federal após desobedecer uma ordem judicial. Ainda entre outras polêmicas, Fabiano Portilho alegou ter sido sequestrado com a intenção de ganhar mídia, mas segundo fontes tudo não teria passado de uma armação.

A justiça ainda investiga Fabiano Portilho por outros crimes, como por exemplo uma tentativa de homicídio.

Medidas de precaução

Como medidas de precaução, o empresário Derick Fernandes acionou a Polícia Civil do Paraná para possíveis atentados que venham a ser tramados por Fabiano Portilho e por pessoas ligadas a ele em Paranaguá.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 685 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal