Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/04/2011 - Diário Corumbaense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário morto em Dourados foi vítima de tentativa de extorsão por falso fiscal


Pessoas próximas ao empresário Elzevir Padoin, executado com seis tiros no início da tarde de terça-feira em frente de casa afirmam que ele não tinha inimigos.

Enquanto a polícia não descarta nenhuma hipótese para a motivação do crime a tese do envolvimento de Padoin no caso Campina Verde ganha força entre as pessoas que acompanharam os fatos que eclodiram em janeiro de 2006.

Fora o caso da Campina Verde o único processo na Justiça em que figura o nome de Padoin é um que tramita na primeira Vara Criminal de Dourados onde é testemunha de uma ação penal que tem como réu Fabrízio Portilho Coene.

Neste processo a empresa de Padoin foi vítima de uma tentativa de estelionato que teria sido praticada por Fabrizio com o apoio de Arthur Villela dos Santos.
Conforme o processo número 0004905-23.2009.8.12.0002 (002.09.004905-7) no dia 19 de maio de 2005 Fabrízio identificando-se como fiscal da Receita Federal tentou extorquir dinheiro do empresário que era proprietário da empresa Sertaneja Corretora de Cereais Ltda.

Padoin denunciou o caso à Polícia que prendeu em flagrante Arthur Villela dos Santos indicado por Frabízio para receber o dinheiro. Um inquérito foi aberto na Policia Federal que depois de concluí-lo encaminhou-o ao Ministério Público Estadual que em 25 de junho de 2009 ofereceu denúncia à justiça.

Assim como Padoin figuram como testemunhas no processo Joel Pereira Renovato, Waldemar Castelli Junior, Carlos Alberto Pinheiro, Marcos de Jesus Flores dos Santos, Adelmo Salvador da Silva, Eliane Aparecida de Carvalho, Luis Antonio de Souza e Arthur Vilella dos Santos.

No dia três de agosto do ano passado a juíza Dileta Terezinha Souza Tomaz titular da primeira Vara Criminal proferiu uma decisão onde marcou para esta quinta-feira, dia 28 de abril às 14h uma audiência de instrução e julgamento do réu Fabrízio Coene.

Nesta audiência conforme decisão da juíza deverão ser ouvidas a vítima e as testemunhas arroladas pelo Ministério Público enquanto o réu será interrogado. Elzevir Padoin estava intimado para participar desta audiência mas morreu dois dias antes.

Fabrício também está arrolado como réu no processo 043.05.000493-2 de autoria do Ministério Público Estadual por "tentativa de estelionato" onde também figuram como réus Moisés Duarte dos Santos, Antonio Fabiano Portilho Coene e Francisco Henrique Portilho Coene.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 15 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal