Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/06/2014 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Brecha em sites expôs dados de clientes de lojas virtuais

Por: Yuri Gonzaga


Brechas de segurança nos sites da Magazine Luiza e do Consórcio Luiza, no da loja brasileira da Fifa e no da Universidade Anhanguera deixaram vulneráveis por meses informações pessoais como documentos, endereço e até dados bancários de usuários.

No caso da página do Consórcio Luiza, podia ser acessado –por meio de uma simples mudança de número na barra de endereços– o contrato de um financiamento, com nome, endereço, RG, CPF, renda, profissão e data de admissão, dados bancários, nome dos pais do consorciado e valor das parcelas.

O analista de sistemas Carlos Eduardo Santiago, que revelou os problemas à Folha na semana passada, diz ter informado as empresas entre agosto e setembro do ano passado, mas que só havia obtido resposta da Anhanguera, cuja página expôs dados privados de estudantes e professores e até permitia alterações em seus cadastros.

O site da loja brasileira da Fifa, administrado pela B2W (empresa que controla as lojas Americanas, o Shoptime e o Submarino), deixou vulnerável o cadastro de compradores, com endereço, telefone, e-mail e nome. A loja da Fifa em questão vende camisas, bolas e souvenires.

Depois do contato da Folha, foram corrigidos os problemas nos sites da Magazine Luiza e do Consórcio Luiza e no da Fifa. No da Anhanguera, foram sanados apenas parcialmente –a instituição disse que, até a manhã de sábado (31), o problema estaria totalmente resolvido.

Em comum, as empresas admitiram os erros e os classificaram como exceções, além de alegar comprometimento com a privacidade dos consumidores (leia neste link ).

Santiago diz que seu intuito é chamar a atenção para a questão de segurança em sistemas de empresas que detêm informações sensíveis.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 578 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal