Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/03/2014 - CBN Rádio Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegacia de Defraudações investiga casos de fraude em boletos de cartões de créditos

Moradores da Zona Norte do Rio também relatam que foram vítimas do golpe.

A Delegacia de Defraudações tem dois inquéritos sobre a fraude no código de barras de boletos de cartões de créditos. As denúncias começaram a ser apuradas no final de 2013. Na investigação, a quadrilha tira cópia da fatura e altera o código para pagamentos, mas tudo é feito sem sinais de violação do envelope e com valores das faturas corretos. A CBN divulgou a ação dos criminosos na semana passada. A titular da Delegacia de Defraudações, Carolina Salomão Albuquerque, afirma que este tipo de golpe é novo e que não havia registro deste tipo de fraude: "Já temos inquérito em andamento. Está sendo apurado se há pessoas dos Correios envolvidas na fraude".

Além de moradores da Zona Sul do Rio, a CBN recebeu denúncia de vítimas da Zona Norte. O taxista Sérgio Duque Ribeiro, de Pilares, relatou que a conta de fevereiro chegou no dia do vencimento. Ele conseguiu pagar, mas no mês seguinte recebeu a cobrança com o valor do mês anterior também: "Eu fui ao caixa eletrônico, mas consegui pagar somente R$ 1,2 mil. Depois de um tempo, chegou outra fatura cobrando o valor do mês atual e também a do mês anterior".

Janete de Freitas, de Vista Alegre, teve três pessoas próximas vítimas do golpe. A filha e uma vizinha receberam o boleto alterado. A irmã de Janete que mora em Vila da Penha também foi atingida. As faturas eram da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Itaú. Ela conta que sua filha estranhou que a única opção para pagamento era à vista: "O envelope é exatamente igual, mas estranhamos não ter a opção de pagamento parcelado, somente o valor total à vista".

Os Correios informaram que realizam acompanhamento estatístico de incidências de extravios/roubos de objetos postais, dentre eles, as correspondências bancárias. As unidades são monitoradas com sistema de circuito fechado de TV para identificar eventuais envolvidos. Os Correios informaram ainda que a Polícia Federal desde 2013 age de forma integrada para prevenir e reprimir roubos a carteiros em todo Brasil. No Rio de Janeiro, a PF trabalha inclusive dentro das dependências da sede da empresa, mantendo o Núcleo de Repressão a Crimes Postais.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 394 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal