Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

21/02/2014 - CBN Foz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende 4 pessoas suspeitas de falsificar CDs e DVDs no DF


A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu nesta sexta-feira (21) no centro do Gama, região a 35 km do centro de Brasília, quatro pessoas suspeitas de falsificar CDs e DVDs de filmes e músicas. A operação contou com o apoio da Secretaria da Ordem Pública e Social do DF (Seops).

Um adolescente foi apreendido e encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente. Agentes também recuperaram um carro roubado, usado por um dos detidos.

Um dos suspeitos vai responder por receptação, no caso do veículo roubado, e por violação de direito autoral. A pena por receptação varia de um a quatro anos de prisão. Os outros três detidos, incluindo uma mulher, também vão responder pelo crime de violação de direito autoral. Neste caso, a pena é de dois e quatro anos de prisão.

Todos os suspeitos adultos pagaram fiança, segundo a Seops, entre R$ 200 e R$ 1,5 mil e foram liberados.

Os policiais chegaram até o grupo após flagrar um dos suspeitos retirando as mídias piratas do porta-malas do carro roubado. Um agente confirmou que o veículo era roubado após consultar a placa utilizando um programa instalado no celular do policial.

O delegado-chefe da Delegacia de Combate aos Crimes contra a Propriedade (DCPim), Luiz Henrique Sampaio, afirma que o responsável pelo carro negou ter roubado o veículo. “Não há provas suficientes para enquadra-lo pelo roubo, ele responderá por receptação, além de violação de direito autoral pela venda de material falsificado”, diz Sampaio.

O subsecretário de Operações da Seops, Carlos Alencar, afirma que a venda de produtos falsificados no DF tem diminuído. “Constatamos que ao longo dos últimos dois anos houve queda na oferta de produtos falsificados. Isso mostra o empenho do poder público e a conscientização da sociedade”, declara o subsecretário.

Balanço de apreensões

Desde junho de 2011, um comitê de combate à pirataria do GDF apreendeu cerca de três milhões de produtos piratas no DF. Durante as operações, aproximadamente 500 pessoas acabaram presas por envolvimento na venda, distribuição ou fabricação de materiais falsificados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 228 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal