Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

22/02/2014 - paraiba.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista se passa por médico e rouba R$ 1 mil de família


Um homem se passou por médico e conseguiu roubar mais de mil reais da família de uma mulher que caiu em um golpe, por telefone, enquanto a filha dela estava internada no Hospital Santa Tereza, em Guarapuava, na região central do Paraná. De acordo com a dona de casa, o golpista ligou na sala de enfermagem dizendo ser o médico da menina, que se recuperava de uma cirurgia.

Segundo a dona de casa, Thalita Bahls, o golpista disse, por telefone, que seria necessário comprar um remédio para que a menina tivesse alta e que este medicamento custaria mil reais.

Thalita afirmou que o estelionatário tinha várias informações sobre a situação da filha e, por isso, não desconfiou que poderia ser um golpe. Após a ligação, o pai da menina fez o depósito em dinheiro na conta do falso médico. “Eu não sou rica. Então esse dinheiro vai fazer falta", alega a dona de casa.

As vítimas do golpe disseram que o homem ligou uma segunda vez, pedindo mais dinheiro, mas o pai da dona de casa percebeu que era um golpe e registrou um boletim de ocorrência. O caso ocorreu há uma semana.

O diretor administrativo do hospital, Eduardo Potulski, diz que foi surpreendido com o golpe e alega não saber como o estelionatário tinha tantas informações sobre a paciente. “O pessoal não recebeu ligações no centro cirúrgico, solicitando informações da paciente. Não recebemos, na recepção, nenhum faturamento", disse o diretor. Potulski orienta ainda para que os pacientes só façam pagamentos por serviços ou remédios diretamente na tesouraria do hospital.

A Polícia Civil informou que irá investigar o caso e também orienta para que as pessoas denunciem esse tipo de situação. "Se alguém tiver conhecimento de qualquer caso semelhante a esse, que nós estamos apurando, e que possa nos ajudar nas investigações será muito bem-vindo", reforça o delegado da Polícia Civil responsável pelo caso, Alexandre Rorato Maciel.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal