Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/12/2007 - O Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Corrupção causa prejuízos de R$ 500 milhões na Paraíba


No Brasil estima-se que os prejuízos causados pela corrupção alcancem a soma de R$ 80 bilhões por ano e na Paraíba algo em torno de R$ 500 milhões. Neste contexto, o Fórum Paraibano de Combate a Corrupção (Focco), formado por 30 entidades públicas e civis, realizam na próxima segunda-feira , dia 10, às 14 horas, no auditório da Reitoria da UFPB, uma sessão especial na Assembléia Legislativa em alusão ao Dia Internacional contra a Corrupção celebrado no dia 9 de dezembro. Outras atividades acontecerão em Brasília e em todas as capitais do País.

Durante a sessão especial, os representantes do Focco, do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Polícia Federal e Controladoria Geral da União (CGU) vão demonstrar os resultados obtidos pelos programas de combate a corrupção durante o ano.

Na tarde desta quinta-feira, dia 6, o presidente do Focco, João Ricardo Coelho, o procurador regional da República, Fábio George Cruz da Nóbrega, o chefe regional da CGU na Paraíba, Djaci Fernandes Sobrinho e o publicitário da Agência Real Joca Moura visitaram o diretor comercial dos Associados Paraíba, Augusto Correia Lima.

O chefe da CGU na Paraíba, Djaci Fernandes Sobrinho, destacou a importância da participação da população na sessão para celebrar o dia internacional contra a corrupção. Desde o dia 9 de dezembro de 2003, com a realização de uma convenção das Nações Unidas na cidade de Mérida no México, 110 países celebram a data.

Djaci afirmou que nas fiscalizações anuais que a CGU faz nos municípios se percebe que quase 90% das irregularidades são falhas decorrentes do desconhecimento da legislação e falta de preparo e 10% são mais graves, com fraudes em licitação, empresas fantasmas contratadas, desvios de verbas e corrupção.

Segundo informou o procurador Fábio George, as fiscalizações indicam que as áreas da saúde e da educação lideram os desvios de recursos públicos em todo o Brasil e também na Paraíba.

João Ricardo, presidente do Focco, avaliou que nestes mais de dois anos de atuação do fórum se percebe que a população está aprimorando o mecanismo de envio das denúncias com documentos e notas de empenho, demonstrando uma preocupação de dar o mínimo de indícios para facilitar o trabalho dos órgãos investigativos. "Nossa proposta é que o cidadão possa, cada vez mais, agir como verdadeiro fiscal e acompanhante da aplicação dos recursos públicos", avaliou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 342 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal