Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/12/2007 - Barcabena Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Barbacenenses ainda são vítimas de golpes


Quando se fala em golpes aplicados em bancos as pessoas costumam pensar nos mais elaborados, como clonagem de cartão ou transferência de dinheiro entre contas. No entanto, o esquema de estelionato é mais simples atualmente porque os idosos são presas fáceis para os golpistas.
Em Barbacena, a reincidência dos golpes de estelionato preocupa as autoridades policiais, que têm feito de tudo para orientar a população. Somente nesta quarta-feira (5) dois golpes foram aplicados. Em um deles, o prejuízo foi de R$ 20 mil. No outro, a perda foi de R$ 2 mil.

O primeiro caso foi registrado na parte da tarde de quarta-feira, na Praça Adriano de Oliveira, conhecida como Praça da Estação. O aposentado Moacir da Silva Resende, de 79 anos, foi abordado por um homem aparentando ter 50 anos, cabelos rapados e de aparência humilde. Este disse que ganhou R$ 2,23 milhões na Mega-Sena. Para comprovar, ele apresentou ao aposentado um bilhete com três apostas, uma delas premiada.

Em seguida surgiu uma mulher clara, magra, cabelos castanhos, de cerca de 30 anos. O ganhador do prêmio prometeu a ela e ao aposentado uma recompensa de R$ 230 mil caso eles o acompanhassem até a Caixa Econômica Federal. Lá, o vencedor da loteria ia retirar o prêmio, mas precisava de ajuda, pois era analfabeto e não sabia lidar com banco.

Moacir, imediatamente, se prontificou a ajudá-lo. No caminho, o “milionário” disse ao aposentado e à mulher que só dividiria o prêmio se eles dessem uma quantia significativa de dinheiro a ele.

Nesse momento, os três foram ao Banco do Brasil, onde o aposentado possui conta, da qual retirou R$ 20 mil, que foi repassado à mulher. Ao saírem do banco, o aposentado e a mulher não viram mais o ganhador do prêmio, que ficou de esperá-los. Então a mulher pediu ao aposentado que a levasse em seu carro até a Avenida Bias Fortes, pois o homem devia estar lá.

Quando chegaram na avenida, a mulher pediu que o aposentado aguardasse no carro, pois iria levar os R$ 20 mil ao ganhador e voltaria para repassar o dinheiro da Mega Sena, o que não aconteceu. Somente depois de algum tempo foi que o aposentado percebeu que havia caído em um golpe. Ele acionou a polícia e registrou o fato.

Cartão caído e recompensa

A aposentada Eunir Verônica da Costa, de 50 anos, havia sacado R$ 2 mil na agência do Banco do Brasil e colocou o dinheiro em uma bolsa. Perto da Praça dos Andradas ela foi abordada por um homem que usava camisa amarela e calça social preta.

O desconhecido deixou cair um papel, que foi “encontrado” por outro homem que caminhava ao lado de Eunir. O homem entregou o papel para a aposentada, perguntando se o mesmo lhe pertencia, pois junto estava um cheque do Banco Bradesco em nome de Maria Aparecida de C. Rodrigues e preenchido no valor de R$ 12,5 mil.

Eunir disse que não era dona do cheque. O homem de camisa amarela voltou dizendo que o cheque era seu e como agradecimento pela honestidade dos dois, daria um par de sapatos de brinde, pois era dono de uma loja de sapatos chamada Tip Top.

Os três seguiram para a Rua Primeiro de Maio, onde um dos homens pediu para segurar a bolsa da aposentada enquanto ela buscava o prêmio da loja. Eunir não encontrou a loja e foi aí que percebeu que era um golpe. Ao voltar ao local onde deixou com o homem sua bolsa com documentos e a quantia de R$ 2 mil, não mais os encontrou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 282 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal