Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/02/2014 - CBN Foz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aposentada é vítima de novo golpe na Zona Oeste do Rio


Uma aposentada disse que foi abordada por um homem dentro de uma agência bancária do Banco do Brasil na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, depois de ter sacado dinheiro. Segundo ela, o bandido se identificou como funcionário do banco e alegou que entre as notas sacadas estavam cédulas falsas.

Como mostrou o RJTV, a vítima, que prefere não se identificar, contou que no dia 7 de fevereiro sacou no caixa R$ 3,5 mil. Quando ela atravessou a porta, foi chamada por um homem que se passou por funcionário da agência.

“Que bom que eu consegui lhe alcançar. A senhora está com duas notas falsas. Eu? Ele disse: é, a senhora mesmo. A senhora está com duas notas de cem falsas. Eu falei: como você sabe? Ele disse: acusou no sistema. A senhora por favor me acompanhe, que eu vou fazer a troca destas notas”.

A aposentada disse ainda que foi levada para o mesmo homem para a área reservada dos clientes vips, lugar de pouco movimento.

“A senhora está com o dinheiro aí? Eu disse estou. Está todo? Eu digo está todo. Ele disse: um momentinho, por favor, que eu vou fazer a troca. Ele se encaminhou para o setor Estilo, que é o setor vip. Eu acompanhei ele com os olhos e vi. Eu tive a nítida impressão que ele entrou ali”, contou.

Assim que se deu conta do golpe, a aposentada disse ter sido orientada pelo gerente da agência a registrar a ocorrência na delegacia e volta à agência para que as providências pudessem ser tomadas. Mas quando chegou ao banco, ela contou que ouviu do gerente que o problema não era de responsabilidade da agência.

“Aí ele disse pra mim que, infelizmente ele não podia me ressarcir. Ele disse, mas acontece que a senhora não vai ter direito porque isso foi fora do banco. A senhora não vai ter direito porque isso foi fora do banco. Eu falei: isso não foi fora do banco”, falou.

A 16º DP (Barra da Tijuca) está investigando o caso. O delegado informou que já pediu as imagens do circuito interno da agência para tentar identificar o suspeito.

“O meu objetivo mesmo é alertar as pessoas de mais um golpe. É um golpe novo na praça”, contou a aposentada.

O Banco do Brasil informou que prestou auxílio para a cliente, mas não conseguiu inibir a ação, já que recebeu a denúncia após a fuga do bandido. Eles disseram também que estão colaborando com as ações da polícia. Ainda de acordo com o Banco do Brasil, os clientes são orientados para não aceitar a ajuda de estranhos e a procurar funcionários identificados. A cliente não será ressarcida.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal